educacao.ba.gov.br

Secretaria apresenta plano de trabalho para diretores dos 27 NTE

 encontro secretario 2
Os diretores dos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE), participaram de encontro para apresentação do plano de trabalho para os anos de 2017/2018 e contribuições do planejamento estratégico da Secretaria da Educação do Estado. Foram dois dias (20 e 21/2) de reuniões, que contaram com a participação do Secretário da Educação da Bahia, Walter Pinheiro, e gestores. O enfoque principal foi o fortalecimento do eixo pedagógico nas unidades e da relação entre os NTE e a Secretaria, assim como, as novidades e parcerias que irão auxiliar a educação em toda a rede estadual.
Fotos: Suâmi Dias Ascom/Educação
Para o secretário, os núcleos têm que contribuir na reformulação da educação, partindo de uma gestão que respeite o conceito territorial. Pinheiro pautou como principal desafio da Educação o desenvolvimento do eixo pedagógico e disse que a secretaria está trabalhando para que todas as escolas passem a contar com uma coordenação pedagógica. “Pedagogia não é uma agenda. Toda escola com coordenação pedagógica é o desafio pautado para toda a Secretaria da Educação, que se coloca como ferramenta, como apoio”, afirmou.
Pinheiro ainda falou sobre como secretaria pretende aumentar a aproximação com os Núcleos. “Estamos criando a Coordenação de Núcleos Territoriais com a função de ampliar essa relação, dando todas as condições para realizarmos um trabalho focado nos aspectos específicos de cada território”. Outra iniciativa destacada é a reestruturação do Instituto Anísio Teixeira, que passará a atuar na formação de professores de forma territorial, em parceria com as universidades públicas estaduais e federais na Bahia, além dos institutos federais.
Fotos: Suâmi Dias Ascom/Educação
A diretora Solange Sampaio, do Núcleo Territorial de Educação do Litoral Sul (NTE 5), falou sobre a importância do encontro. “Essa reunião foi fundamental pois apresenta as ações da secretaria para efetivar as atuações dos Núcleos em suas regiões. Ficamos muito satisfeitos pela criação da coordenação, pois é algo que já vínhamos sinalizando essa necessidade e nesse momento é anunciado essa aproximação tão esperada”, enfatizou.
Já para o diretor Ricardo Moraes, do Núcleo Territorial de Educação do Sudoeste Baiano (NTE 20), o momento “foi essencial pois mostra o perfil desta gestão que dá um novo redimensionamento no sentimento da escola, resgatando o perfil pedagógico e o papel da escola”, pontuou.
Projetos
O secretário também apresentou novos projetos que serão desenvolvidos na rede estadual, como o projeto Inove Educação, desenvolvido em parceria com o Google para a disponibilização gratuita da plataforma Google Apps para Educação. O aplicativo Google Sala de Aula disponibiliza um Ambiente Virtual de Aprendizagem de última geração, dinamizando os processos de ensino e aprendizagem e configurando uma rede social de conhecimentos que integra estudantes e professores.
Pinheiro ainda citou a implantação de novos Centros Juvenis de Ciência e Cultura, hoje presentes em cinco municípios; das Escolas Culturais, que disponibilizarão cursos e ferramentas para fomentar a produção audiovisual, além de salas de exibição; dos Escritórios Criativos, para fomentar o empreendedorismo; o desafio de conectar todas as escolas através da banda larga; além da realização do Virtual Educa 2018, na Bahia.
O secretário informou que serão investidos mais de R$ 90 milhões para assegurar a recuperação e a manutenção de escolas, além de novos investimentos em mobiliário, bibliotecas, material didático e de R$ 32 milhões na aquisição de gêneros alimentícios da Agricultura Familiar.

Projeto na educação estadual terá parceria com o Google

O ano letivo já começou na rede estadual, com um planejamento que inclui diversas novidades para 2017, como a implantação de coordenadores pedagógicos em todas as escolas, além de parcerias, entre elas, uma com o Google, para a implantação de uma plataforma educacional. Essas e outras iniciativas foram anunciadas pelo governador Rui Costa durante a aula inaugural realizada na manhã desta quarta-feira (8), na escola Parque Ribeiro Carneiro, no bairro Caixa D’Água, em Salvador, com a presença da comunidade escolar.O programa Inove Educação é fruto de uma parceria com a Google INC para a disponibilização gratuita da plataforma Google Apps para Educação, também conhecida como G-Suíte. O aplicativo Google Sala de Aula disponibiliza um Ambiente Virtual de Aprendizagem de última geração, dinamizando os processos de ensino e aprendizagem, configurando uma rede social de conhecimentos que integra estudantes e professores. O projeto inclui o treinamento dos gestores e professores iniciando-se em vinte escolas de oito Núcleos Territoriais de Educação.O governador citou as principais parcerias que estão em curso este ano. “Nós temos também muitas outras parcerias para este ano, com a UFBA, para capacitar e formar gestores educacionais e culturais, temos parceria com o Sebrae, para levar o conhecimento sobre a gestão de microempresas, e parceria com o Senai Cimatec, pois nós vamos utilizar o material didático deles para o ensino escolar”.

Rui
Rui assinou convênio com o Google que dinamiza ensino e aprendizagem (Foto: Manu Dias/GOVBA)

Ao falar das novidades para este ano, o governador destacou que o principal foco da educação para 2017 é o envolvimento da comunidade escolar e a mobilização da família. “As escolas precisam de manutenção na infraestrutura, material didático, tecnologia, mas, acima de tudo, eu gosto de ressaltar a importância que tem o envolvimento e o apoio da família na educação dos jovens. Isso faz toda a diferença”.

Coordenação pedagógica

Para Rui, com a implantação de um coordenador pedagógico em cada escola, haverá um acompanhamento melhor junto a professores e alunos. “Vamos aprimorar a parte técnica e pedagógica do ensino e com isso alcançar resultados e indicadores melhores na Educação da Bahia”, ressaltou. A diretora do Núcleo Territorial 14, Eliana Moraes, de Itaberaba, elogiou a iniciativa. “A gente acaba de ver o compromisso firmado pelo governador. No caso dos coordenadores pedagógicos, é tudo o que as escolas precisam, vai ajudar na educação, uma escola equipada, aprazível, com laboratório, biblioteca, é tudo o que a gente precisa”.

C
Aula inaugural do ano letivo 2017 teve participação de estudantes e autoridades (Foto: Manu Dias/GOVBA)

Durante o evento, foram apresentados cases de sucesso do ensino público estadual. Rayssa Rodrigues foi parar na china, onde mostrou o projeto do qual faz parte , de mediação de conflitos na escola. “A gente viajou para compartilhar o projeto Grupo de Apoio e Conselhos [GAC], não tem nada mais gratificante no mundo do que fazer um projeto e ser reconhecido. O trabalho é conversar com os alunos, quando eles estão envolvidos em algum problema, para que eles não precisem ir para a diretora. Ir para a China apresentar o trabalho foi uma experiência incrível”.

Escolas Culturais

A aula inaugural foi uma verdadeira prévia da criação das escolas culturais, com apresentações de música, teatro e com uma exposição de quadros. Oitenta unidades da rede estadual vão se tornar espaços culturais não apenas para os estudantes, mas estarão abertos a toda a comunidade. A índia pataxó Akuã Nívea, de Santa Cruz Cabrália, no sul da bahia, é um exemplo dos talentos espalhados pelas escolas baianas. “Eu achei o evento maravilhoso, uma oportunidade de conhecer novas pessoas e projetos maravilhosos para a Educação. Acredito que a cada dia que passa, nós, como estudantes, estamos sendo privilegiados pelo Governo do Estado”.

Segundo Rui Costa, o projeto foi gestado ao longo de dois anos. “Visitei mais de 240 escolas e vi muitas iniciativas que multiplicam o conhecimento através da arte. Esse projeto é fruto dessa observação de experiências”. O secretário da Educação, Walter Pinheiro, explica que as Escolas Culturais não são apenas grupos e apresentações. “Além disso, elas passam a ter uma essência pedagógica circulando no dia a dia da sala de aula, permitindo que os nossos estudantes possam exercer a arte com a ciência dura trilhar pelo caminho da matemática e da física através da música da fabricação de instrumentos”.

escolas culturais
(Foto: Manu Dias/GOVBA)


O ator Daniel Boaventura, mestre de cerimônia do evento, aprovou. “Eu acho fantástica a inclusão da arte e da prática da ciência, esse protagonismo dos estudantes é maravilhoso. Eu estudei em escola pública nos EUA, quando era pequeno, e tive que estudar música porque fazia parte do currículo. Tudo isso me ajudou a me formar. Esta iniciativa do governo é muito positiva, eu espero que isso se espalhe e cresça. O que eu vi aqui hoje foi de arrepiar”.

Empreendedorismo

Um convênio com o Sebrae também foi anunciado pelo governador nesta segunda-feira. O objetivo é levar o conceito do empreendedorismo para alunos da rede pública estadual. “Este ano vamos mostrar para os alunos e para cada comunidade que é possível empreender, fazer coisas novas. O Sebrae vai estar presente em nossas instituições para dar apoio e as devidas orientações”, adiantou.

Aulas na rede estadual de ensino começam segunda-feira

jornada pedag

Começam nesta segunda-feira (6) as aulas na rede estadual de ensino. Ainda continuam abertas as matrículas para os estudantes que perderam o prazo, conforme calendário oficial da Secretaria. Estes alunos devem se dirigir, pessoalmente, às escolas para verificar a disponibilidade de vagas onde desejam estudar. O Programa de Abertura do ano letivo será na quarta-feira (8), das 8h30 às 10h, no Centro Educacional Carneiro Ribeiro – Escola Parque, localizado no bairro Caixa D’Água, em Salvador, com as presenças do governador Rui Costa e do secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro.O Programa de Abertura será transmitido, ao vivo, pela TV Educativa (TVE) e também pelo Portal da Educação. “Este é um momento de acolhimento e de dar as boas-vindas aos nossos estudantes, professores e gestores que fazem a educação na rede estadual. Este é um ano especial, porque estamos trabalhando para que nenhuma unidade funcione mais sem uma coordenação pedagógica”, comentou o secretário estadual da Educação, Walter Pinheiro, destacando outras novidades para a rede em 2017.“Além da melhoria da infraestrutura das escolas, o governador Rui Costa já pautou uma série de desafios como, por exemplo, chegar até o final de 2017 com Banda Larga em todas as escolas da rede. Também, como já ocorre em algumas escolas, vamos experimentar mudanças nos laboratórios e no conceito das salas de informática, bem como a introdução de novas práticas pedagógicas que contagiem o alunado e que representem a sua identidade. Precisamos trazer alternativas, como cultura, música, ciência, tecnologia, teatro e dança, incluídas no currículo escolar e não apenas como uma atividade extra”, acrescentou Pinheiro.

Protagonismo estudantil

O Programa de Abertura tem como destaque o protagonismo dos estudantes da rede estadual, que irão apresentar experiências científicas, tecnológicas, artísticas e culturais, que sobressaíram nas escolas, durante o ano letivo de 2015 e 2016, ou que serão desenvolvidas ao longo de 2017, como Ciência na Escola, Festival Anual da Canção (Face), Tempos de Arte Literária (TAL); Artes Visuais Estudantis (AVE), Educação Patrimonial e Artística (EPA); Parlamento Juvenil do Mercosul; Líderes de Classe; Programa 1º Emprego; Laboratórios Virtuais; Cultura da paz e Escolas Culturais.

Homenagem a Gilberto Gil

Neste ano, o Programa de Abertura homenageará o cantor e compositor baiano Gilberto Gil. O artista representa a arte, a musicalidade e a cultura nacional pelo mundo e, em 2017, celebra 75 anos de idade. As homenagens serão apresentadas por estudantes que fazem parte de projetos musicais nas escolas estaduais, como Luanna Menezes, a Banda Juventude Parqueana e a Banda Casa de Mainha, formada por Tayná, Tato e Patrick, entre outros. A programação também contará com as participações das cantoras convidadas Manuela Rodrigues e Carla Visi. O programa será apresentado pelo cantor e ator Daniel Boaventura.

Classificados no Sorteio Eletrônico devem se matricular quarta (1/2)

 03.01 - Final do projeto Desafio Tecnologia para a Educação - Divulgação (6)
Começa, nesta quarta-feira (1º) e segue até sexta (3), a matrícula para os contemplados no Sorteio Eletrônico da Educação Profissional. Os candidatos contemplados para as 11.748 mil vagas dos 33 cursos técnicos de nível médio ofertados deverão se dirigir aos Centros Territoriais e Estaduais de Educação Profissional para os quais se inscreveram, em 57 municípios espalhados pelos 27 Territórios de Identidade da Bahia. Das vagas ofertadas, 9.288 são para o interior do Estado e 2.460 mil para Salvador e Região Metropolitana de Salvador (RMS).
No ato da matrícula, devem ser apresentadas cópias e originais dos seguintes documentos: CPF, Histórico Escolar, Carteira de Identidade e comprovante de residência. O início das aulas está previsto para 6 de fevereiro de 2017. Todos os candidatos inscritos no Sorteio Eletrônico foram classificados. Mas só são convocados para a matrícula os contemplados de acordo com a classificação e o número de vagas ofertadas em cada Centro de Educação Profissional. Inicialmente, os contemplados serão convocados para efetivar a matrícula. Havendo desistência, as vagas residuais serão preenchidas de acordo com a classificação dos demais candidatos.
Os candidatos contemplados no Sorteio Eletrônico para os cursos no eixo tecnológico Produção Cultural e Design, ofertados pelo Centro Estadual de Educação Profissional em Artes e Design, em Salvador, passarão por um teste de habilidade específica. O teste, de caráter eliminatório, será aplicado no próprio Centro, durante o período de matrícula. Os estudantes deverão se dirigir ao Centro com os documentos necessários, pois se aprovados no teste de habilidade específica efetivarão a matricula imediatamente após o teste.
O secretário da Educação do Estado da Bahia, Walter Pinheiro, fala sobre os avanços na oferta para esta modalidade de ensino. “A oferta da Educação Profissional da Bahia tem crescido a partir de 2007, quando se tornou uma prioridade do Governo do Estado investir na formação e preparação dos jovens para o mundo do trabalho. Portanto, só na modalidade Subsequente, que é esta do Sorteio Eletrônico para quem já concluiu o Ensino Médio, são quase 12 mil novas vagas ofertadas a estes jovens e trabalhadores, para que possam atender a demanda competitiva do mundo do trabalho e se beneficiem do desenvolvimento socioeconômico e ambiental do Estado”, afirmou.

Jornada Pedagógica começa nesta quarta na capital e interior

 jornada pedag
As escolas da rede estadual de ensino estarão abertas nestas quarta, quinta e sexta-feira (1°, 2 e 3) para a realização da Jornada Pedagógica 2017, que tem como objetivo o planejamento do ano letivo 2017. A abertura da Jornada Pedagógica, em Salvador, será no Centro Educacional Carneiro Ribeiro – Escola Parque, no bairro da Caixa D´Água, às 8h30, com a presença do secretário da Educação do Estado da Bahia, Walter Pinheiro.
A jornada é um espaço coletivo de organização do trabalho pedagógico, que envolve professores e gestores em todas as escolas estaduais e que, também, é aberto para estudantes, famílias e representantes das comunidades locais. Neste ano, a jornada tem como tema “Escola e Comunidade para Educar e Transformar”. Durante os três dias de trabalho, os participantes fazem uma avaliação do ano letivo de 2016 e discutem o Projeto Político Pedagógico das escolas, além de planejar as atividades interdisciplinares a serem realizadas em cada unidade escolar, em 2017.
O secretário Walter Pinheiro fala sobre a importância deste momento. “Estamos trabalhando intensamente para que 2017 seja marcado pela mudança do eixo pedagógico nas escolas da rede. Estamos fazendo todos os esforços para que toda unidade escolar tenha o seu coordenador pedagógico e diversas atividades. Este ano, ganhamos mais 30 escolas em Tempo Integral. Vamos trabalhar muito, também, para a introdução da tecnologia, mas a tecnologia é apenas uma ferramenta. O mais importante é o espírito da escola, que é o seu conteúdo pedagógico, e este só pode ser tocado com o envolvimento das pessoas neste projeto”, afirmou.
“Este momento é muito importante para que a comunidade escolar possa analisar os pontos positivos e negativos do ano passado e planejar ações prioritárias para corrigir os erros e melhorar a aprendizagem dos alunos.” relata a professora Solange Sampaio, diretora do Núcleoa Regional de Educação- NRE 05/Itabuna.

Secretário visita 16 escolas em janeiro e dialoga com gestores

O secretário da Educação do Estado da Bahia, Walter Pinheiro, inciou a semana com mais uma visita às unidades da rede estadual de ensino. Nesta segunda-feira (30), Pinheiro esteve no Colégio Estadual Padre Palmeira, no bairro de Mussurunga, em Salvador, quando percorreu as instalações e conversou com gestores e funcionários sobre o dia a dia da unidade. Até agora, neste mês de janeiro, Pinheiro esteve em 16 escolas de Salvador e Região Metropolitana (RMS).
O secretário também está acompanhando de perto o processo de matrícula na rede estadual, que segue até esta terça (31). Ele falou sobre a preparação para o ano letivo. “Esse é um período que estamos associando o acompanhamento das matrículas com a continuidade nas visitas às escolas, conhecendo suas instalações e o trabalho pedagógico realizado. Neste colégio, o Padre Palmeira, estamos prevendo mudanças estruturais e também de conceito com a inclusão de turmas, que vão aproveitar um padrão que vise mais a utilização de tarefas, do que de provas específicas”, relatou o secretário Walter Pinheiro.

Segundo Pinheiro, outras novidades poderão ser implementadas nas unidades estaduais em 2017. “Também pretendemos implementar as turmas do programa Todos pela Alfabetização (Topa). Estamos fazendo um esforço enorme para que o projeto ganhe a escola dando oportunidade aos alfabetizados em darem continuidade ao processo de escolaridade”, contou.

O diretor do Colégio Estadual Padre Palmeira, Flavio Augusto Oliveira, destacou a importância deste diálogo com a Secretaria. “É importante passarmos para o órgão central o que está acontecendo na nossa escola, sempre com a expectativa positiva que possamos melhorar nossa estrutura”, comentou, ao ressaltar a tranquilidade da matrícula. “Trabalhamos intensamente para realizar a matrícula e conseguimos um saldo positivo durante todo o processo, inclusive, conseguimos conscientizar a comunidade, que não necessitava madrugar na fila e conseguimos atender a todos com rapidez,” comemorou.

BAHIA: MATRÍCULAS DA REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO SEGUEM ATÉ TERÇA-FEIRA

Matrículas para alunos da rede estadual de ensinoNa foto: Matrículas no Colégio Estadual Ruy BarbosaFoto: Carol Garcia/GOVBA

Até o dia 31 de janeiro, estão sendo realizadas as matrículas na rede estadual de ensino. Na quinta (26), foram matriculado os concluintes dos anos finais do Ensino Fundamental (5º e 9º ano). Na sexta-feira (27), será a vez dos novos estudantes do Ensino Fundamental e suas modalidades se matricularem. Nestas segunda e terça-feira (30 e 31), a matrícula é direcionada para novos alunos do Ensino Médio e suas modalidades, devendo ser realizada presencialmente em qualquer unidade da rede estadual de ensino. O ano letivo na rede estadual começa no dia 6 de fevereiro.

Jornada Pedagógica mobiliza escolas e comunidade

jornada pedag

A Secretaria da Educação do Estado promove, de 1º a 3 de fevereiro, a Jornada Pedagógica para o planejamento do ano letivo 2017. Trata-se de um espaço coletivo de organização do trabalho pedagógico, que envolve professores e gestores em todas as escolas estaduais e que, também, é aberto para estudantes, famílias e representantes das comunidades locais. Neste ano, a jornada tem como tema “Escola e Comunidade para Educar e Transformar” e acontece em dois momentos, tendo a segunda etapa programada para o dia 21 de julho.

A Jornada Pedagógica traz atividades diversificadas para o fortalecimento de práticas educativas e socialização de metodologias que despertem o interesse, a participação e a aprendizagem dos estudantes. Durante os três dias de trabalho, os participantes fazem uma avaliação do ano letivo de 2016 e discutem o Projeto Político Pedagógico das escolas, além do planejar as atividades interdisciplinares a serem realizadas em cada unidade escolar em 2017.

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, fala sobre a importância deste momento. “Estamos trabalhando intensamente para que 2017 seja marcado pela mudança do eixo pedagógico nas escolas da rede. Estamos fazendo todos os esforços para que toda unidade escolar tenha o seu coordenador pedagógico e diversas atividades. Este ano, ganhamos mais 30 escolas em Tempo Integral. Vamos trabalhar muito, também, para a introdução da tecnologia, mas a tecnologia é apenas uma ferramenta. O mais importante é o espírito da escola, que é o seu conteúdo pedagógico, e este só pode ser tocado com o envolvimento das pessoas neste projeto”, afirmou.

Conteúdos online - Como parte do suporte para a Jornada Pedagógica, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia disponibiliza uma série de materiais de apoio no Portal da Educação. Pelo endereço (http://jornadapedagogica.educacao.ba.gov.br) é possível acessar a programação da Jornada e as informações sobre os projetos estruturantes. Também estão disponíveis materiais de apoio aos professores, como Plano de Aula, Plano de Unidade por Componente Curricular e Plano por Área de Conhecimento. O Portal oferece, ainda, os instrumentos de avaliação das experiências positivas e os ajustes que devem ser feitos para o sucesso das atividades desenvolvidas, dando subsídios para o fortalecimento do trabalho pedagógico, durante o ano letivo.

Estudantes da rede estadual se destacam em redação no ENEM

Estudantes da rede estadual de diferentes regiões da Bahia se destacaram no Exame Nacional do Ensino Médio. A estudante Thaylane Gleice Santos, 17, do Colégio Estadual 30 de Junho, em Serrinha, localizado no Nordeste Baiano (183 Km de Salvador), fez 940 pontos na redação. Já João Vitor Cavalcante Aleixo, 17, morador do povoado Maceté, zona rural do município de Quijingue, na Região Sisaleira da Bahia (337 km da capital baiana) e estudante do Anexo do Colégio Estadual São Sebastião, fez 920 pontos na redação do ENEM.
A jovem Thaylane está realizada. “Posso garantir que 2016 foi o ano que mais me dediquei aos estudos. Além das aulas, assisti a diversos vídeos que contribuíram para aprimorar o meu conhecimento”, revela, ao avaliar o tema da redação sobre intolerância religiosa. “Acho que tive um bom desempenho devido a citação de diversos autores para embasar os meus argumentos. Até porque gosto muito de ler e na minha casa tem muitos livros, influenciados por minha mãe, professora de História, e meu pai”, conta. Thaylane aguarda retorno das universidades para escolher a futura profissão. “Já fui aceita no curso de História da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) e estou esperando o resutado do Sistema de Seleção Unificada (SISU) e do Programa Universidade para Todos (ProUni), onde pretendo escolher entre Direito e Jornalismo,” destacou.
Leitor assíduo
Orgulhoso e surpreso por ter alcançado tamanha pontuação na redação do ENEM, João Vitor aguarda ser chamado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), para a qual escolheu como primeira opção o curso de Bacharelado Interdisciplinar em Saúde. “Pelos 920 pontos que fiz, devo ser classificado na UFBA. Depois, com o passar do tempo, pretendo tentar transferência para Medicina, que é o meu sonho maior”, conta o estudante, filho de mãe professora e pai agricultor familiar. João Vitor também fala sobre o seu desempenho no ENEM. “Atribuo esta vitória a todos que estão ao meu redor contribuindo para a minha formação pessoal e escolar e, ainda, ao Coletivo Jovens de Maceté, que me abriu novos conhecimentos e uma nova visão de mundo. Sou muito grato a todos”, afirma.
O estudante Gustavo Medrado Santos, 18, concluinte do Ensino Médio no Colégio Estadual Gilda Ramos dos Santos, localizado em Jitaúna, no Centro-Sul Baiano (a 414km de Salvador), também fez 920 pontos na redação. Filho caçula de uma família de cinco irmãos, ele se orgulha de ser o primeiro a entrar em uma universidade. “Fiz a inscrição para o curso de Direito nas Universidades Estaduais do Sudoeste da Bahia (Uesb) e Santa Cruz (Uesc), onde tenho grande chance de passar, além das oportunidades dadas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Programa Universidade para Todos (ProUni) ou Fundo de Financiamento Estudantil (Fies)”, comemora.
Além de Thaylane, João Vitor e Gustavo, os estudantes Karen Almeida, do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, em Bom Jesus da Lapa (localizado na região do Vale São-Franciscano da Bahia), e Rafael Pedra, do Colégio Estadual de Monte Gordo, no distrito de Monte Gordo, no município de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, também tiveram destaques na redação do ENEM. Karen Almeida fez 960 pontos e Rafael Pedra 920 pontos.

Matrículas da rede estadual de educação seguem até terça-feira

Até o dia 31 de janeiro, estão sendo realizadas as matrículas na rede estadual de ensino. Na quinta (26), foram  matriculados os concluintes dos anos finais do Ensino Fundamental (5º e 9º ano). Nesta sexta-feira (27), será a vez dos novos estudantes do Ensino Fundamental e suas modalidades se matricularem. Nas segunda e terça-feira (30 e 31), a matrícula é direcionada para novos alunos do Ensino Médio e suas modalidades, devendo ser realizada presencialmente em qualquer unidade da rede estadual de ensino. O ano letivo na rede estadual começa no dia 6 de fevereiro.A diretora do Colégio Estadual Severino Vieira, Nivea Neves, disse que já foram matriculados 370 alunos na instituição. “Temos 12 turmas aqui na escola, sete delas já estão completas e cinco em formação”. Ela informa que, se o estudante for maior de 18 anos, pode fazer ele mesmo a matrícula, e se for menor, é preciso estar acompanhado de um responsável. Para a matrícula, é necessário apresentar três fotos, identidade e comprovante de residência, além do histórico escolar.A soldadora Juliana Queiroz, 34 anos, foi fazer a matrícula do filho, Gustavo, 13 anos, no Severino Vieira. “Foi muito fácil, eu escolhi o Severino por ser uma escola tradicional e em tempo integral. Eu trouxe o Gustavo para ele ir se ambientando, conhecer a escola e também para ver se ele vai gostar”. E Gustavo diz que gostou da escola onde vai estudar este ano. “Eu achei a escola muito boa, estudar é importante para termos um bom emprego e condição de vida”.

matrícula
Juliana Moraes matricula o filho, Gustavo Queiroz, na Escola Severino Vieira (Foto: Carol Garcia/GOVBA)

Diretora do Colégio Estadual Rui Barbosa, Eugênia Ribeiro tem uma estratégia para facilitar e garantir as matrículas. “Antes do final do ano letivo, a gente já convoca os pais para fazer a pré-matrícula, para o ano seguinte. Recolhemos os documentos, fazemos todos os procedimentos e marcamos com eles para que voltem depois apenas para assinar. Com isso, nós proporcionamos a tranquilidade quando chega a época da matrícula, sem confusão na escola e também garantimos a permanência dos alunos, evitando a evasão”.

Matrícula pela internet

Até esta quinta-feira, os alunos podem ser matriculados também pela internet, para as redes municipais das seguintes cidades: Itabuna, Nordestina, Barreiras, Barro Preto, Barrocas, Brejões, Camaçari, Catu, Dias D’Ávila, Encruzilhada, Eunápolis, Feira de Santana, Glória, Gongogi, Ipirá, Itaberaba, Itapetinga, Lamarão, Luís Eduardo Magalhães, Macajuba, Madre de Deus, Mundo Novo, Paulo Afonso, Porto Seguro, Salvador, São José da Vitória, Serrinha, Simões Filho e Vitória da Conquista.