EMITEC beneficia estudantes de áreas remotas da Bahia

Por meio do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITEC), o Estado garante o acesso à educação aos estudantes que moram em áreas remotas da Bahia. Em 2019, o EMITEC atendeu a 18.107 estudantes de 133 municípios, totalizando 1.076 turmas. Desde 2011, quando foi implantado, o EMITEC já formou mais de 32 mil estudantes.

 O EMITEC faz uso de uma rede de serviços de comunicação multimídia, integrando dados, voz e imagem como alternativa pedagógica para atender a jovens e adultos que moram em localidades distantes ou de difícil acesso, onde não há oferta do Ensino Médio. As aulas são transmitidas via satélite e em tempo real, a partir dos estúdios de TV instalados no Instituto Anísio Teixeira, para 351 localidades afastadas dos centros urbanos. Os estudantes acompanham as aulas e tiram dúvidas com auxílio de um mediador e com a vantagem de estarem perto de suas casas.

 A estudante Viviane Barreto de Sena, 20 anos, moradora de Lagoa Bonita, distrito de Buritirama, está no 3º ano do EMITEC. Ela assiste às aulas no Centro de Ensino Estevo Moreira dos Santos e falou sobre a experiência. “Moro bem próximo da escola e o EMITEC facilitou muito para os estudantes da comunidade, principalmente para mim, pois sou casada e tenho um filho de dois anos e preciso ficar perto dele”, afirmou.

 Juliana da Silva Souza, 16, 3º ano, mora e estuda no povoado de Pirajá, distrito de Itamaraju, na Escola Municipal Eraldo Tinoco. “Levo 15 minutos para chegar na escola, onde tenho aulas através do EMITEC. Sem este acesso eu levaria em torno de uma hora de viagem para estudar na cidade mais próxima, que é Itamaraju. Graças ao EMITEC, posso ter um estudo excelente, com ótimos professores, sem ter que deixar a minha casa

Fotos: Divulgação
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

Secretaria da Educação do Estado e UNICEF realizam ações para Busca Ativa de estudante fora da escola

Especialistas do UNICEF irão realizar o Plantão Busca Ativa, na próxima segunda-feira (17), às 15h, pelo canal do You Tube (youtube.com/UNICEFBrasil). O momento será dedicado para tirar dúvidas e orientar os municípios da Bahia sobre essa iniciativa que tem como principal objetivo combater a exclusão escolar. A Secretaria da Educação do Estado (SEC) é parceria da UNICEF nesta ação que visa identificar estudantes que estejam fora da escola. A transmissão do Plantão Busca Ativa também poderá ser acessado simultaneamente pelo Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). 

A Busca Ativa Escolar (BAE) é uma plataforma gratuita cuja intenção é apoiar os governos na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes que estão fora da escola ou em risco de evasão. Por meio da Busca Ativa Escolar, municípios e estados terão dados concretos que possibilitarão planejar, desenvolver e implementar políticas públicas que contribuam para a inclusão escolar.

Essa iniciativa é desenvolvida pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME), o Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (CONGEMAS), e aqui na Bahia a parceria é ampliada com a Secretaria da Educação do Estado da Bahia na mobilização dos municípios baianos.

Segundo o superintendente de Gestão da Informação Educacional do Estado, Rainer Guimarães, a Bahia tem cerca de 100 mil estudantes na faixa etária de 15 a 17 anos fora da escola e a parceria da UNICEF com a SEC traça estratégias para reverter este quadro. “Uma das estratégias desta parceria é envolver cada vez mais as diversas redes de ensino no monitoramento da frequência dos estudantes e articular a rede de proteção social, a exemplo dos conselhos tutelares, para identificar crianças e adolescentes que estejam fora da escola”.

Foto: Ilustrativa/ Claudionor Jr
ASCOM
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Tel: (71) 3115-9026 / 9025
www.educacao.ba.gov.br

Secretaria da Educação do Estado mobiliza estudantes para as olimpíadas nas diversas áreas do conhecimento

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) já está mobilizando os estudantes da rede estadual de ensino para a participação nas olimpíadas das diversas áreas do conhecimento. A ação faz parte do projeto Bahia Olímpica, instituído com o objetivo de estimular a participação e dar visibilidade ao conhecimento e às potencialidades dos estudantes. Nesse início de ano, as escolas já estão difundindo as olimpíadas de Matemática, História do Brasil, Astronomia e Aeronáutica, e de Biologia, que estão com inscrições abertas (veja a relação abaixo).

Olimpíadas Estudantis de Paripiranga

Considerando as redes estadual, municipais, particular e federal, a Bahia teve, em 2019, um total de 1.355 estudantes premiados, sendo 245 ouros, 410 pratas, 700 bronzes e 1.941 menções honrosas. Um exemplo de participação é o Colégio Estadual Governador Roberto Santos, no município de Paripiranga, que teve 12 estudantes de quatro equipes finalistas na 11ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), realizada em agosto, na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), em Campinas, São Paulo. Três estudantes da equipe Tríplice Aliança ganharam a medalha de bronze. O estudante Luis Victor Pimentel, 16, 3º ano, falou sobre a conquista. “Participar da olimpíada foi uma experiência inesquecível, pois, além de sermos premiados, trocamos conhecimento, fizemos amizades e conhecemos outro Estado”, afirmou.

A professora de História e orientadora dos estudantes, Elisa Ribeiro, falou sobre a importância de ter quatro equipes na competição. “Começamos com 14 equipes na escola e que chegaram até a última fase, para a qual foram classificadas quatro. Isso é muito gratificante, pois mostramos para o país que existe um trabalho de qualidade sendo feito na rede estadual de ensino da Bahia”.

Olimpíadas com inscrições abertas:

Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – OBMEP
Site oficial: www.obmep.org.br
Início das inscrições: 10 de fevereiro
Término das inscrições: 20 de março

Olimpíada Nacional em História do Brasil
Site oficial: https://www.olimpiadadehistoria.com.br
Início das inscrições: 03 de fevereiro
Término das inscrições: 24 de abril

Olimpíada Brasileira de Astronomia e Aeronáutica
Site oficial: http://www.oba.org.br/site
Início das inscrições: 21 de janeiro
Término das inscrições: 15 de março

Olimpíada Brasileira de Biologia
Site oficial: http://www.olimpiadasdebiologia.butantan.gov.br
Início das inscrições: 10 de fevereiro
Término das inscrições: 10 de março

Foto: Ilustrativa/ Divulgação
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

Escolas estaduais poderão abrigar cursos de graduação da UFBA

Escolas da rede estadual de ensino poderão abrigar cursos de graduação oferecidos pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). A rede estadual de ensino já conta com experiências exitosas neste contexto por meio dos Complexos Integrados de Educação (CIEs), unidades da Secretaria da Educação do Estado (SEC), que funcionam em escolas localizadas em Porto Seguro, Itamaraju e Itabuna, em parceria com a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), e em Ipiaú e Eunápolis, em parceria com a Universidade do Estado da Bahia (UNEB). A parceria com a UFBA foi discutida nesta terça-feira (11), pelo secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues e pelo pró-reitor de Ensino e de Graduação da UFBA, Penildon Silva Filho.

Secretario Jeronimo Rodrigues recebe Gestores da Ufba

Nos Complexos Integrados de Educação são ofertadas diferentes modalidades da Educação Básica e do Ensino Superior. A perspectiva é a de que, com a UFBA, sejam implantados cursos nas áreas da Saúde, do Teatro e da Tecnologia. O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, falou das expectativas do projeto com a UFBA. “Para nós, esta articulação e a aproximação com as universidades públicas é fundamental para fortalecer a Educação Básica e promover esta ponte, esta integração com o Ensino Superior, mediante a oferta de cursos; dos trabalhos de extensão; dos grupos de pesquisa; e da inclusão destas comunidades, além da relação com a Educação Básica”, destacou.

O pró-reitor Penildon Silva Filho falou sobre os próximos passos. “A nossa proposta é compartilhar espaços em escolas para, juntos, termos atividades de ensino, de pesquisa e de extensão que possam, inclusive, favorecer a formação profissional dos alunos no Ensino Médio. Estamos discutindo a possibilidade implantarmos nas escolas, por exemplo, um curso de Biotecnologia da UFBA; uma clínica-escola de Fisioterapia; uma clínica-escola de Fonoaudiologia; um polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB); e um campus universitário de Ciência, Tecnologia e Cultura, com a presença forte da Escola de Teatro”, destacou.

Sobre os complexos – Os Complexos Integrados de Educação têm buscado planejar, executar e avaliar um conjunto de ações inovadoras em conteúdo, método e gestão, direcionados à melhoria da oferta e da qualidade do Ensino Médio, na proposta de Ensino Integral.

O encontro com a UFBA também contou com a presença do subsecretário da Educação, Danilo Souza; da superintendente de Políticas para a Educação Básica, Manuelita Brito; do superintendente da Educação Profissional e Tecnológica, Ezequiel Westphal; do coordenador Executivo de Projetos Estratégicos da SEC, Marcius Gomes; do diretor do Instituto de Ciências da Saúde da UFBA, Roberto Paulo Correio, e da coordenadora da Universidade Aberta do Brasil na UFBA, Márcia Rangel, além dos professores da UFBA, Licko Turle e José Walter Andrade.

Foto: Claudionor Jr.
ASCOM – Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Tel: (71) 3115-9026 / 9025
www.educacao.ba.gov.br

Mais de 750 mil estudantes voltam às aulas nesta segunda-feira na rede estadual

Depoimentos emocionados de estudantes, educadores, profissionais da Educação, e de familiares dos estudantes marcaram a aula inaugural do ano letivo 2020, nesta segunda-feira (10), na rede estadual de ensino. A aula aconteceu no Instituto Anísio Teixeira (IAT) e contou com a presença do secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues. A atividade foi transmitida ao vivo pela TVE e redes sociais da Educação Bahia. A rede conta com 750 mil estudantes.

Secretario Jeronimo Rodrigues participa da Aula Inaugural da Rede Estadual no IAT

Ao dar as boas-vindas a todos, o secretário Jerônimo Rodrigues destacou que o ano letivo na rede estadual é dedicado a reverenciar o legado e a memória do educador baiano, Anísio Teixeira, que completa 120 anos de nascimento, em 2020, por meio do projeto 2020: Ano Anísio Teixeira. Jerônimo destacou a importância do envolvimento de todos pela melhoria do processo de ensino e aprendizagem dos estudantes. “Neste momento somos todos pela educação da Bahia, e o nosso desejo é de fazermos todos os esforços para promover a qualidade da educação que os estudantes merecem. A Secretaria existe para desenvolver o conteúdo e a aprendizagem que compartilhamos nesta aula inaugural. As apresentações assistidas foram uma pequena amostra do que vemos nas escolas, uma expressão artística interligada com a aprendizagem. Temos projetos estratégicos para os estudantes utilizando o esporte, a cultura e as ciências, além de recursos como o EMITEC (Ensino Médio com Intermediação Tecnológica) para que possamos possibilitar o atendimento às crianças e jovens”.

Ainda segundo Jerônimo, os esforços são para tornar a escola atraente para os estudantes. “Além dos estudantes que estão na rede estadual, temos que nos preocupar com aqueles que estão fora. Queremos tornar a escola atrativa e inclusiva. Pensando também na Educação Especial, na Educação Indígena, Quilombola e do Campo. Em 2020 queremos a consolidação Educação Baiana. Estamos correndo com as licitações para construção de novas escolas, chamando mais professores e coordenadores pedagógicos e ampliando as escolas da Educação em Tempo Integral. A ideia é seguir de fato os ensinamentos do educador Anísio Teixeira, onde os alunos aprendem com uma formação completa fazendo pesquisa e arte”, disse.

Durante a cerimônia foram destacados projetos desenvolvidas pela Secretaria da Educação do Estado, como o programa Mais Estudo e o Sistema de Avaliação Baiano de Educação (SABE). “O Mais Estudo foi muito importante para mim e meus colegas. Isso ajudou a desenvolver o ensino na escola e nos deu uma grande oportunidade de nos prepararmos ainda mais para nossa formação. Espero que o programa dê mais chance a outros estudantes”, ressaltou o estudante Jardel da Silva Santos, 17 anos, monitor certificado de Língua Portuguesa, do programa Mais Estudo, da Escola Família Agrícola da Região de Alagoinhas (EFARA).

O estudante Diego Régis, 17, do curso técnico de nível médio em Agropecuária, do Centro Territorial de Educação Profissional da Bacia do Rio Grande, em Barreiras, teve a oportunidade de apresentar, como pesquisador, o trabalho “Utilização do fruto do Jatobá para a produção de bebida nutricional”. “Venho conquistando muito espaço com o trabalho de pesquisa do meu curso. E toda essa experiência na minha formação acaba influenciando outros colegas. Meu irmão que está entrando agora no Ensino Médio já dei a sugestão que faça curso técnico pois realmente é uma oportunidade que abre diversas portas profissionais”, contou.

Para Maria Olívia, mãe de Acácia Araújo, 18, do Colégio Edvaldo Brandão, relatou como a escola estadual ajudou na formação de sua filha. “Transferi minha filha para a escola pública e sempre tivemos uma conversa muito franca de que em grande parte o seu aprendizado dependia dela. Mas no Colégio Edvaldo Brandão tivemos uma boa surpresa quando percebemos que tínhamos uma estrutura de aprendizagem muito boa. Ela participou de cursos de teatro, rádio e música, além de estágio. Fiquei feliz porque minha filha teve um excelente aprendizado”, disse.

Fotos: Claudionor Jr. ASCOM/SEC
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

Matrícula da rede estadual encerra nesta segunda-feira (3)

A matrícula da rede estadual encerra nesta segunda-feira (3). Os estudantes de qualquer ano/série que não conseguiram efetuar a matrícula de acordo com o cronograma, podem realizá-la normalmente, neste final de semana, 100% on-line.  É só baixar o aplicativo SAC Digital no celular, disponível para Android e iOS, fazer o cadastro e se matricular a qualquer hora, sem sair de casa. A outra possibilidade é através do portal www.sacdigital.ba.gov.br, usando um tablet ou computador. De forma presencial, as matrículas podem ser realizadas na segunda-feira em qualquer unidade escolar, mesmo que não seja aquela para que o aluno deseje estudar.

O SAC Digital permite a verificação de vagas no colégio de interesse do cidadão ou a disponibilidade nas unidades escolares mais próximas de sua residência. Para se matricular através do SAC Digital é só clicar em “Cadastre-se” no menu principal. Em seguida, preencher um formulário. No campo “E-mail”, é necessário informar um e-mail que o usuário costuma acessar. No final do cadastro, será necessário acessar este e-mail para ativar a conta no SAC Digital. A matrícula só poderá ser realizada mediante este cadastro.

Através do SAC Digital, a Bahia se torna o primeiro estado do país a realizar a matrícula on-line, com toda comodidade, através de um computador, um tablet ou do próprio celular. De 20 a 28 de janeiro foram contabilizados mais de 250 mil registros de matrículas nas escolas públicas do Estado, presencialmente ou pelo SAC Digital. No total, mais de 730 mil alunos já estão matriculados para o ano letivo de 2020. Cerca de 480 mil estudantes da rede fizeram a renovação da matrícula entre 21 de novembro e 10 de dezembro.

Mais sobre o SAC Digital – É uma moderna plataforma, que unifica todos os serviços digitais do Estado em um único portal. A matrícula on-line foi incluída nesta plataforma graças à parceria entre a Secretaria da Educação do Estado (SEC), a Secretaria da Administração do Estado (Saeb) e a Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia (Prodeb), com apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Cronograma

 Até 03/02 – Matrícula de estudantes que não conseguiram efetuá-la de acordo com o cronograma

Foto: Josenildo Almeida
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

I Capacitação para Manipuladoras de Alimentos das Escolas Estaduais do Município de Itabuna

Nesta quinta-feira (30), foi realizada uma capacitação com as manipuladoras de alimentos da Rede Estadual de Educação no Centro Integrado Oscar Marinho Falcão – CIOMF, com o intuito de implementar melhorias na qualidade da alimentação oferecida nas escolas, em conformidade com os critérios estabelecidos pelo Programa Nacional de Educação – PNAE.

Na palestra ministrada pelos nutricionistas do NTE 05, Tâmara Maracas e Rafael Silva, foram abordados temas relacionados a boas práticas de manipulação de alimentos, higiene pessoal, ambiental e dos alimentos, além de questões sobre a saúde do trabalhador, doenças transmitidas por alimentos – DTA’s e combate a pragas e vetores urbanos.

A nutricionista Tâmara Maracas ressalta a importância dessa capacitação para qualificação das manipuladoras por trazer informações essenciais para a manutenção da segurança alimentar, principalmente no que diz respeito a atitudes simples que podem colaborar muito para evitar contaminações por alimentos.

Joana Dias – NTE 05 – Itabuna
Fotos: Joana Dias
ASCOM/SEC – ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO
Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Matrículas abertas para os contemplados no sorteio eletrônico dos cursos técnicos da Educação Profissional

A Secretaria da Educação do Estado iniciou, nesta terça-feira (28), as matrículas dos cursos técnicos de nível médio na modalidade subsequente, ou seja, para quem já concluiu o Ensino Médio, e que tiveram suas vagas selecionadas por meio de sorteio eletrônico. Ao total são 12.395 mil vagas divididas em 45 cursos ofertados nos Centros Estaduais de Educação Profissional (CEEP), Centros Territoriais de Educação Profissional (CETEP) e unidades compartilhadas na capital e em 97 municípios dos 27 Territórios de Identidade.

Para a matrícula, os estudantes deverão comparecer à unidade escolar para as quais concorreram à vaga, munidos de documentos como originais e cópias do histórico escolar, cédula de identidade, CPF e comprovante de residência até quinta-feira (30). As aulas serão iniciadas no dia 10 de fevereiro.

Educação Profissional

A Educação Profissional e Tecnológica tem como objetivo consolidar e ampliar a oferta da modalidade em consonância com o desenvolvimento socioeconômico e ambiental dos territórios baianos, promovendo a inserção cidadã na vida social e no mundo do trabalho. Está presente na rede estadual por meio de 232 espaços, sendo 36 Centros Territoriais de Educação Profissional (CETEP), 45 Centros Estaduais de Educação Profissional (CEEP) e 151 unidades compartilhadas.

A oferta chega aos 27 Territórios de Identidade e, em 2019, beneficiou mais de 90 mil estudantes em 158 municípios baianos. Atualmente, são oferecidos 69 cursos e, ao longo do percurso formativo, os estudantes adquirem conhecimentos teóricos e práticos, além de protagonizarem intervenções sociais e desenvolverem projetos e tecnologias sociais de baixo custo e de relevância social.

Suâmi Dias
Repórter/ Jornalista
Foto: Claudionor Jr.
ASCOM/SEC – ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
+55 71 3115-8939/9026
www.educacao.ba.gov.br

Secretaria da Educação promove encontro formativo para a realização da Jornada Pedagógica 2020

Técnicos e dirigentes da Secretaria da Educação do Estado da Bahia reuniram-se, nesta quarta-feira (23), no auditório da instituição, em Salvador, para discutir os últimos preparativos para a Jornada Pedagógica 2020, que será realizada de 3 a 7 de fevereiro, em todas as escolas da rede estadual de ensino, sob o tema “Ano Anísio Teixeira: pela união entre a educação e a vida”. O encontro formativo teve o objetivo de planejar, à luz dos diagnósticos de 2019 e dos resultados alcançados, uma proposta coletiva e colaborativa da Jornada Pedagógica, tendo como referência os princípios anisianos.

Os eixos e temas a serem trabalhados são: Currículo, com abordagens sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC); Documento Curricular Referencial da Bahia (DCRB); Novo Ensino Médio e Formação Humana Integral; Formação, com discussões sobre Projetos Formativos e Metodologias Ativas; Acompanhamento, que trata da Gestão Democrática; e Gestão da Aprendizagem e Juventudes na Escola; além da Avaliação, com discussões sobre o Sistema de Avaliação Baiano de Educação (SABE), diretrizes da SEC e desempenho acadêmico.

A atividade contou com a presença do secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, que ressaltou a expectativa da rede estadual para a Jornada Pedagógica. “Iniciaremos, no dia 3, a Jornada Pedagógica e a equipe já vem trabalhando neste desenho para que, em 2020, a gente possa ter o suporte necessário para toda a rede estadual no que diz respeito a praticar aquilo que entendemos como sendo o nosso plano executivo da aprendizagem na Bahia. Iremos organizar a funcionalidade e a prática do SABE, organizar nossos projetos culturais e envolver a nossa relação em regime de colaboração com os municípios, pois este também é um momento de formação para que a equipe saia daqui pronta para poder assessorar toda a rede na Bahia”.

A superintendente de Políticas para a Educação Básica da SEC, Manuelita Falcão Brito, falou sobre a finalidade da jornada. “É uma ação muito estratégica e importante para a Educação da Bahia, pois é um momento em que a escola se reúne antecipadamente para se planejar, debater e fazer uma análise crítica do que deu certo no ano anterior, mas, sobretudo, olhar para frente e tentar fazer sempre o melhor. Esse ano, a gente trouxe algumas sugestões de inovação, que é a ideia de trabalharmos em cima dos quatro eixos pedagógicos com o apoio do que a gente chama de caixas de ferramentas, que são materiais de apoios disponibilizados pela SEC e que permitem ajudar as escolas no debate produtivo, em um processo de construção coletiva que persiga o que é mais importante, que é o direito de aprender de cada estudante”, afirmou.

Fotos: Josenildo Jr.

Assessoria de Comunicação

Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Contato: 71 3115-9026/9025

E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br

Secretaria da Educação do Estado atinge mais de 50 mil matrículas nesta terça-feira

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) atingiu mais de 50 mil matrículas efetivadas nos colégios da rede estadual de ensino nesta terça-feira (21). Após a equipe técnica do Estado trabalhar incessantemente para resolver os problemas de intermitência, o sistema foi restabelecido e normalizado.

É importante ressaltar que estão garantidas as matrículas de todos os estudantes que procurarem vagas na rede, mesmo após o fim do cronograma estabelecido pela SEC, por isso não há necessidade de pegar filas.

Quem não tiver acesso à internet poderá se dirigir a qualquer unidade escolar da rede estadual mais próxima e sem filas, independente de ser o colégio onde o aluno irá estudar, e solicitar a matrícula para a unidade onde o estudante deseja estudar em 2020.

Foto: Josenildo Almeida ASCOM/SEC