Secretaria da Educação promove mutirão de inscrição para o Programa Primeiro Emprego em Itabuna


 

Matrícula 2018 da rede estadual começa no dia 16 de janeiro

Colégio CISO - Itabuna

Colégio CISO – Itabuna

A matrícula escolar na rede estadual começa no próximo dia 16 e prossegue até 29 de janeiro para toda a Educação Básica e suas modalidades: Profissional e Tecnológica; Jovens e Adultos (EJA); Inclusiva e Indígena. A mesma poderá ser feita em qualquer colégio estadual (independentemente de ser a unidade que o estudante pretende estudar) e via Internet, por meio do Portal da Educação.

Da mesma forma, presencial ou via Internet, podem fazer os estudantes da rede estadual que vão mudar de escola e os alunos oriundos das redes municipais de Salvador e de mais 30 municípios baianos (veja a lista abaixo). Para isso, é preciso utilizar o código de matrícula que receberam nas suas escolas de origem. O ano letivo de 2018 terá início no dia 19 de fevereiro.

De acordo com o cronograma da Secretaria da Educação do Estado, o primeiro dia de matrícula (16/1) é direcionado à transferência de estudantes da rede estadual nas seguintes situações: a escola de origem não oferece a série subsequente; não renovou a matrícula no período determinado ou mudança de domicílio.

Nos dias 17 e 18 deste mês, a matrícula é destinada aos concluintes do 5º ano e do 9º ano do Ensino Fundamental – regularmente matriculados nas redes públicas municipais, no ano letivo de 2017, cujas escolas não oferecem a série subsequente.

Já no dia 19, a matrícula será para os estudantes novos do Ensino Fundamental e suas modalidades (cursos de qualificação tecnológica; Jovens e Adultos – EJA; Inclusiva e Indígena). Nos dias 22 e 23/1 será a vez dos novos alunos do Ensino Médio e suas modalidades (Profissional e Tecnológica; Jovens e Adultos – EJA; Inclusiva e Indígena).

Educação Inclusiva

Os dias 25, 26 e 29/1 serão reservados para a confirmação da matrícula do público alvo da Educação Inclusiva que realizou a pré-matrícula em novembro de 2017. Neste período, os alunos deverão apresentar os documentos na unidade escolar para a qual foi pré-matriculado.

Além de Salvador, outros municípios estarão aptos à matrícula via internet. São estes: Barra, Barreiras, Barro Preto, Barrocas, Camaçari, Catu, Dias D´Ávila, Encruzilhada, Esplanada, Euclides da Cunha, Eunápolis, Feira de Santana, Gongogi, Ipirá, Irecê, Itaberaba, Itamaraju, Jequié, Lamarão, Lauro de Freitas, Luís Eduardo Magalhães, Macaúbas, Madre de Deus, Porto Seguro, Rio Real, Santa Maria da Vitória, Simões Filho, Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista.

Documentos necessários

Para a matrícula é preciso apresentar os seguintes documentos: original do Histórico Escolar ou Atestado de Escolaridade, firmado pela direção da unidade escolar (deve ser substituído pelo Histórico Escolar em até 30 dias); original e cópia da Carteira de Identidade (RG) ou Certidão de Registro Civil ou; original e cópia do CPF, original e cópia legível com data recente do comprovante de residência (água, luz, telefone fixo ou móvel, gás encanado, Internet, contrato de aluguel, IPTU, dentre outros) e o código do SETPS (constante no Salvador Card) para as escolas do município de Salvador.

Cronograma de matrícula da rede estadual:

16/1

– Transferência para os estudantes matriculados na rede estadual, com frequência regular no ano letivo de 2017, ao qual se aplique uma das seguintes situações: a escola não oferece a série subsequente; não renovou sua matricula; e mudou de domicílio.

17 e 18/1

– Matrícula de concluintes das séries iniciais e finais do Ensino Fundamental para os estudantes regularmente matriculados nas redes públicas municipais, no ano letivo de 2017, cujas escolas não oferecem a série subsequente.

– Matrícula nova para ingresso do candidato em unidade escolar da rede estadual em qualquer série para os Ensinos Fundamental e Médio, atendendo, sobretudo, às diversas modalidades de oferta, incluindo a matrícula para a Educação Profissional (cursos técnicos de nível médio, cursos de qualificação integrados à Educação de Jovens e Adultos – níveis Fundamental e Médio).

19/1

– Matrícula dos estudantes novos do Ensino Fundamental e suas modalidades (cursos de qualificação tecnológica; Jovens e Adultos – EJA; Inclusiva e Indígena).

22 e 23/1

– Matrícula dos estudantes do Ensino Médio e suas modalidades (Profissional e Tecnológica; Jovens e Adultos – EJA; Inclusiva e Indígena).

25, 26 e 29/1

– Confirmação de matrícula do público alvo da Educação Inclusiva que realizou a pré-matrícula em novembro de 2017.

Polícia Militar sorteia vagas para creche e colégios nesta sexta-feira

06.09

O sorteio eletrônico para as vagas da creche Nossa Senhora das Graças e das 14 unidades dos Colégios da Polícia Militar (CPMs) será realizado às 9h desta sexta-feira (12), no Instituto Anísio Teixeira (IAT), localizado no Vale das Muriçocas, no bairro de São Marcos, em Salvador. Foram 38.129 inscritos no total.
Para garantir transparência ao processo, o sorteio será acompanhado por pais ou responsáveis de candidatos inscritos, representantes do Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa, Ministério Público Estadual, Procuradoria Geral do Estado (PGE), Defensoria Pública e associações de classe.Das 32 vagas oferecidas para a creche, 70% foram destinadas a crianças entre 2 em 5 anos, filhos de servidores militares, e os demais 30% para a população civil. Serão admitidos um total de 2.698 estudantes entre as unidades do COM, em Salvador (bairros do Dendezeiros, Ribeira, Luís Tarquínio, Cajazeiras e Lobato), na região metropolitana (em Candeias), e nos municípios de Feira de Santana (centro norte), Alagoinhas (nordeste), Itabuna, Ilhéus (sul), Juazeiro (norte), Teixeira de Freitas (extremo sul), Jequié (centro sul) e Vitória da Conquista (sudoeste).Das ofertas disponíveis nos CPMs, 40 vagas são para o Ensino Fundamental I – do 1º ao 5º ano; 2.068 para o Ensino Fundamental II – do 6º ao 9º ano; e 590 para o Ensino Médio. Em Salvador, 70% das vagas são destinadas a filhos de servidores militares estaduais e servidores públicos civis da PM e do Corpo de Bombeiros, professores e demais servidores públicos civis da Secretaria da Educação à disposição das unidades do CPM/BA. Os demais 30% são para a população civil. Já nas unidades da RMS e interior, a divisão é feita 50% para cada público.

Fonte: Ascom/Polícia Militar da Bahia (PMBA)

“Que possamos trabalhar muito ao longo do ano”, diz Rui na Lavagem do Bonfim

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

Tradição, devoção e fé marcam a Lavagem do Bonfim, nesta quinta-feira(11), em Salvador. A celebração começou às 8h , na Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia, no bairro do Comércio, concentrando milhares de fiéis, entre eles, o governador Rui Costa, que participou do ato ecumênico de abertura e segue a pé rumo à Colina Sagrada, onde fica a Basílica do Senhor do Bonfim, na península itapagipana.

“O Senhor do Bonfim, eu diria, tem uma simbologia grande. E mesmo aqueles que não são católicos identificam no Bonfim um momento de fé do povo, independente da religião de cada um. É uma demonstração da crença em Deus, da crença nos valores espirituais. Simboliza muito o que é a Bahia, esse sincretismo, essa convivência entre as religiões diferentes. Desejo que Deus nos abençoe e que possamos trabalhar muito ao longo do ano”, afirmou o governador, que participa do festejo ao lado da primeira dama, Aline Peixoto, do vice-governador João Leão, de secretários do Estado, deputados estaduais e federais, entre outras autoridades.

A Festa do Bonfim mistura religiosidade e manifestações culturais, e é considerada Patrimônio Imaterial Nacional. Este ano, o Governo do Estado colocou 1.800 profissionais para garantir a segurança de uma das festas populares mais importantes do estado.

Fonte: Secom

SAC Educação chega a marca de 349 mil atendimentos  

recadastramento

O SAC Educação chega aos oito anos de criação com a marca de 349 mil atendimentos. Só em 2017, o SAC Educação de Salvador atendeu 36 mil servidores e o de Feira de Santana recebeu 8 mil pedidos. Com a proposta de desburocratizar o atendimento da Educação, são oferecidos 120 serviços voltados à vida funcional de professores e servidores. Com uma média de 150 atendimentos por dia, os interessados têm à disposição serviço de Licença Prêmio, Aposentadoria e Abono de Permanência, além de gratificações salariais, progressões na carreira, mudança de carga horária a benefícios de quinquênio e adicionais.

 

A coordenadora do SAC Educação, Luciana Oliveira, destaca a excelência do atendimento realizado nas duas unidades. “A cada ano aprimoramos o nosso atendimento sempre disponibilizando informações precisas e embasadas dentro das legislações legais para os servidores. É importante ressaltar que pode solicitar os serviços qualquer servidor da Educação lotado nos 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTE), e não apenas, que morem nas cidades que possuem a unidade”, explicou.

 

Entre as principais procuras estiveram o recadastramento do servidor e o pedido de licença prêmio, que somou mais de 4 mil solicitações. “O bacana foi que, de acordo com a Ouvidoria da Educação, de todos os elogios recebidos pelo órgão 91,2% foram direcionados ao SAC Educação”, frisou Luciana.

 

Os profissionais de Educação podem consultar os serviços disponíveis pelo SAC Educação e os documentos necessários para efetivá-los através do Portal da Educação (sac.educacao.ba.gov.br), no link “Educadores”.

 

Onde encontrar os serviços do SAC Educação:

 

- Salvador: Av. da França, S/N, Instituto de Cacau, 1º andar. Horário de atendimento: segunda a sexta-feira, das 7h às 17h.

 

- Feira de Santana: Rua Vasco Filho, S/N, Centro, próximo ao Terminal Rodoviário. Horário de atendimento: segunda a sexta-feira, das 7h às 18h.

 

Projetos científicos de estudantes da rede estadual são finalistas da 16ª edição da FEBRACE  

Oficina de cosméticos Ceep pedro Ribeiro Pessoa (4)

As ideias criativas e inovadoras dos jovens cientistas dos colégios e centros da Educação Profissional e Tecnológica da rede estadual das cidades de Ilhéus, Itabuna, Poções, Salvador, Barreiras, Alagoinhas, Juazeiro, Valente e Vitória da Conquista, foram selecionadas para participar da 16ª edição da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE). Os projetos científicos foram desenvolvidos ao longo do ano letivo 2017, no âmbito do Projeto Ciência na Escola, da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, e se destacam pela relevância e alcance social. Eles serão apresentados e avaliados na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), de 13 a 15 de março de 2018.

Um dos projetos selecionados é o “Smartcam: Dispositivo de segurança para ultrapassagem”, dos estudantes Ana Leticia Araújo e Saulo Ferreira, do 2º ano do Ensino Médio, do Colégio Estadual Wilson Lins, em Valente, a 238 Km de Salvador, e orientado pelo professor Adaltro José Araújo. O dispositivo é uma câmera monitor, que é instalada no retrovisor externo do veículo, que serve de auxílio para o motorista na hora de realizar uma ultrapassagem.

“A câmera auxilia e evita que o motorista faça movimentos ao tentar realizar uma ultrapassagem e evite o grande número de acidentes. Para a criação do protótipo, realizamos levantamentos, pesquisas com a Polícia Rodoviária Federal e Estadual e verificamos que mais de 12% dos acidentes que ocorrem no trânsito é por conta desse movimento que os motoristas fazem durante a tentativa de ultrapassar. Fiquei emocionado quando soube da seleção. É a culminância de um trabalho que extrapola os muros da escola e que surgiu de uma discussão em sala de aula sobre infração e acidentes de trânsito. Com isso, o aluno percebe que ele é protagonista do aprendizado dele”, explica o orientador.

A estudante Ana Letícia, uma das idealizadoras do protótipo, já está trabalhando para melhorar o projeto para apresentação na feira. “Como é uma feira nacional, onde envolve os melhores projetos de todo país, temos que apresentar a melhor versão do nosso projeto. Nosso protótipo é muito grande, porque a gente fez no tamanho real de um carro, então, como vamos nos deslocar para longe, vamos tentar reduzir o tamanho para facilitar a locomoção e também aprimorar algumas coisas com nosso orientador”, conta.

Seu colega, Saulo Ferreira, está animado com a possibilidade do seu projeto ser um dos vencedores da FEBRACE. “Fiquei surpreso com a notícia. Mas já estou ansioso para a viagem, conhecer São Paulo, participar da feira, visitar outros projetos, saber o que os estudantes do país estão criando, inovando e apresentar nosso trabalho. Mas, na verdade, o que queremos é convencer as pessoas que nosso projeto pode ajudar a população brasileira, que é um projeto relevante. Porque se colocarmos em prática, evitaremos um número significativo de acidentes fatais”, pontua.

Outro projeto que também vai representar a rede estadual da Bahia é o “Você tem atitudes sustentáveis?”, da estudante Renata Gondim, 15, do Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC) de Vitória da Conquista, a 509 Km de Salvador. A jovem, junto com sua orientadora Elmara Pereira, criou um jogo interativo, com perguntas sobre o cotidiano do jogador e, ao final, o jogador recebe orientações sobre sustentabilidade. “Buscamos com esse jogo, promover atitudes sustentáveis por parte das pessoas, dando ênfase à economia de água, separação e descarte de lixo eletrônico e transporte. Recebemos com muita alegria a notícia do resultado da seleção do projeto para a FEBRACE, a maior feira de tecnologia do país”, comemora a orientadora.

A inventora do jogo, Renata Gondim, 16 anos, revela que, desde que recebeu a notícia da classificação, está contando os dias para apresentar seu projeto. “É uma feira muito grande, de visibilidade nacional. Fiquei surpresa e muito emocionada com a classificação do meu jogo para uma feira com a dimensão da FEBRACE. São muitos projetos inovadores, de estudantes de todo Brasil. Confesso que não contive as lágrimas quando recebi a notícia. Agora vamos estudar formas de aprimorar o jogo, planejar a apresentação e tentar conter a ansiedade”, pontua.

A Febrace – A Feira Brasileira de Ciências e Engenharia é um movimento nacional de estímulo ao jovem cientista, incentivo à cultura investigativa, que vem, desde 2003, descobrindo novos talentos, gerando oportunidades de inovação e empreendedorismo no Brasil. Além de ter um importante papel social incentivando a criatividade e a reflexão em estudantes da educação básica, através do desenvolvimento de projetos com fundamento científico, nas diferentes áreas das ciências e engenharia.

 

 

Confira a lista dos projetos selecionados:

 

  1. Ação antimicrobiana de extratos aquoso e etanólico de alfava (Ocimum Gratissimum) – Centro Estadual de Educação Profissional em Gestão e Tecnologia da Informação Álvaro Melo Vieira – Ilhéus.
  • Análise da eficiência do pó de pet como alternativo da cultura de espécies leguminosas – Colégio da Polícia Militar Antônio Carlos Magalhães – Itabuna.
  • As nascentes do rio das mulheres – Cuidar para não morrer – Colégio Estadual Eurides Santana – Poções.
  • Desvendando as regiões da Bahia através da criação de mangás – Colégio Edvaldo Brandão Correia – Salvador.
  • Gerenciamento dos resíduos sólidos orgânicos da produção de banana para desenvolvimento de bioetanol de segunda geração – Centro Territorial de Educação Profissional da Bacia do Rio Grande – Barreiras.
  • SAB – O caminho para combater o descarte indevido do lixo e os problemas ocasionados a comunidade alagoense – Colégio Estadual Deputado Luís Eduardo Magalhães – Alagoinhas.
  • Separador alternativo de resíduos: Recycling Truck – Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães – Juazeiro.
  • Smartcam:  Dispositivo de segurança para ultrapassagem – Colégio Estadual Wilson Lins – Valente.
  • Você tem atitudes sustentáveis? – Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC) – Vitória da Conquista.

Gestores da Secretaria e dos Núcleos Territoriais de Educação planejam ano letivo 2018  

Dialogo-com-Gestores-com-Walter-Pinheiro

O planejamento do ano letivo 2018 já começou para os diretores dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE) e gestores da Secretaria da Educação do Estado. De segunda até esta quarta-feira (18 a 20), os dirigentes participaram do Diálogo com Gestores, levantando as estratégias, ações e metodologias que serão implementadas no próximo ano. A atividade contou com a participação do secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro.

O Diálogo foi realizado na segunda, em Salvador, e na terça e nesta quarta-feira, no Colégio Estadual Alaor Coutinho, em Praia do Forte. Na pauta do planejamento foram discutidas questões como a implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o novo perfil de oferta e a reestruturação da rede estadual de ensino, considerando as especificidades dos Territórios de Identidade onde as escolas estão inseridas. A atividade inclui, ainda, temáticas como a matrícula, transporte, alimentação escolar e infraestrutura.

O secretário Walter Pinheiro falou que a realização do diálogo com diretores e gestores é fundamental para a Educação. “Precisamos envolver cada vez mais gestores escolares e diretores dos núcleos para buscar a reestruturação da rede, valorizando, inclusive, os projetos que são desenvolvidos nas escolas”, disse, ao citar o projeto Aluno Nota 10, do Colégio Estadual Berilo Vilas Boas, localizado em São José do Jacuípe (a 270 km de Salvador), que premia estudantes pelo comprometimento, desempenho, frequência e disciplina.

“Recebi estes estudantes ontem na Secretaria. Eles demonstram como é possível fazer diferente na escola, que passa a ser um ambiente agradável, estimulador e um caminho de esperança. Estes estudantes são, também, uma demonstração clara da melhoria da qualidade do ensino em todo Estado e, em particular, em São José do Jacuípe, uma pequena cidade cravada no sertão da Bahia”, afirmou.

Ao abordar a implementação da BNCC, Pinheiro destacou a importância do regime de colaboração entre Estado e municípios. “É fundamental este momento de discussão para alinharmos o que vamos fazer com a BNCC e, efetivamente, realizar um melhor planejamento para 2018. Mais do que uma alteração curricular, trata-se de discutir um novo perfil de oferta da rede e a sua reestruturação, para que possamos ter escolas cada vez mais criativas e antenadas com a realidade do novo futuro”, destacou Pinheiro.

Escola do futuro - Durante o diálogo, a educadora Cibely Amado, do Instituto Chapada de Educação e Pesquisa, falou sobre a “Educação do Século XXI contextualizada nos Territórios de Identidade”. “Para a escola entrar no século XXI vamos assistir ao fim da escola tal qual a conhecemos, ou seja, de uma lógica transmissiva para uma diversidade de formas de acesso ao conhecimento e de uma escola fechada, no seu interior, para o reforço do espaço público da Educação, e do professor individual para o professor colaborativo”, disse, destacando a importância da iniciativa de realização do concurso público na Educação pelo Governo Estado da Bahia.

Integração - Divididos em grupos, os gestores do órgão central prestaram esclarecimentos aos dirigentes dos NTE sobre as mais variadas ações e projetos da Secretaria. A diretora do NTE de Senhor do Bonfim (NTE 25), Izabel Cristina Curaçá Gonçalves, falou sobre o efeito da atividade para a gestão territorial. “Ficamos mais próximos um do outro para compreender a realidade de cada território e debater soluções para a melhoria da Educação”, disse.

O superintendente de Políticas para a Educação Básica, Ney Campello, ressaltou que a escola precisa exercer sua autonomia para criar  projetos inovadores e tem, para isso, contado com o apoio e o respaldo do órgão central. “Estamos num ambiente político e institucional favorável ao processo de transformação. O secretário Walter Pinheiro sempre tem dito ‘deixe a escola fazer, porque a escola sabe fazer’. Então, este é um estímulo que cada gestor escolar precisa e tem recebido da Secretaria, por meio de uma gestão colaborativa”, afirmou, ao citar ações implementadas neste sentido, como a consulta pública para a Jornada Pedagógica de 2018 e o ciclo de 27 seminários territoriais sobre a reforma do Ensino Médio.

 

Servidores da Educação e Segurança Pública recebem ganhos adicionais neste mês de dezembro  

pacto

 No próximo dia 28, quando será feito o pagamento dos salários dos servidores estaduais, servidores da Segurança Pública e da Educação receberão ganhos adicionais em seus vencimentos, retroativos a novembro deste ano.
O Governo sancionou, no dia 5 deste mês, a Lei 13.810/2017, que altera a estrutura remuneratória das carreiras da Polícia Civil (PC) e do Departamento de Polícia Técnica (DPT), além de modificar os soldos das carreiras da Polícia Militar (PM) e do Corpo de Bombeiros (CB).Com a medida, já a partir do dia 28, os servidores receberão ganhos remuneratórios que variam entre 6,32% e 10,47%. Além disso, nenhum servidor da Segurança Pública receberá soldo ou vencimento básico abaixo do valor do salário mínimo.Um total de 29 mil professores e coordenadores pedagógicos serão beneficiados pela Lei 13.809/2017, também sancionada no dia 5 deste mês e que reestrutura e estabelece normas de promoção de ambas as carreiras dos ensinos Fundamental e Médio do magistério público estadual. Eles terão um ganho médio de 14% até maio de 2019.

Regime de colaboração com os municípios beneficia mais de 1,5 milhão de crianças na Bahia

pacto
Mais de 1 milhão e 500 mil crianças na Bahia estão sendo beneficiadas com ações desenvolvidas pela Secretaria da Educação do Estado em regime de colaboração com os municípios, desde 2011, visando a alfabetização, com letramento, na idade certa, ou seja, até os oito anos de idade. Só em 2017, 381 municípios aderiram ao Programa Estadual Pacto pela Educação, segundo dados apresentados pela Coordenação de Projetos Especiais (COPE) durante Seminário de Avaliação, realizado, nesta segunda-feira (18), no auditório da Secretaria, no Centro Administrativo (CAB).Por meio do Pacto pela Educação, o Estado vem realizando formação de coordenadores pedagógicos, coordenadores locais. Só em 2017, foi realizada a formação de mais de 900 coordenadores pedagógicos e coordenadores locais de redes municipais, com foco especial para as áreas de Língua Portuguesa e Matemática no ciclo inicial (1º ao 3º ano do Ensino Fundamental). Graças ao regime de colaboração, a Secretaria da Educação do Estado também presta assessoramento técnico a esses municípios no monitoramento dos Planos Municipais de Educação, contribuindo para a elaboração de diagnóstico e dos Planos de Carreira e Remuneração dos profissionais da Educação das redes municipais.Além das redes de assistência técnica e pedagógica aos municípios, a Secretaria também distribuiu material didático, o que incluiu livros referenciados na realidade da Bahia e escritos por autores baianos. As ações pela alfabetização alcançam, também, jovens acima de 15 anos, adultos e idosos, por meio do Programa Todos pela Alfabetização. Só em 2017, foram mais de 12.700 beneficiados em toda a Bahia.

A coordenadora de projetos especiais da Secretaria da Educação do Estado, Elenir Alves, falou sobre os resultados alcançados e destacou a importância do planejamento que está sendo realizado, até esta terça-feira (19), com 150 técnicos do órgão central e dos 27 Núcleos Territoriais de Educação da Bahia (NTE). “Estamos apresentando o que foi atendido em 2017, em cada programa, e, a partir daí, discutindo em que podemos melhorar na ação e na atuação de assistência nesse regime de colaboração em cada município, contando com a colaboração dos técnicos dos núcleos”, destacou.

Presente ao seminário, a supervisora da COPE, no Núcleo Territorial de Educação de Feira de Santana (NTE 19), Roseane Mascarenhas, faz um balanço dos programas desenvolvidos. “Estamos unidos nesse propósito de trabalhar para a educação, tanto na alfabetização de crianças como na alfabetização de jovens e adultos”, afirmou. Para o supervisor da COPE, em Serrinha (NTE 04), Nilson Pereira Júnior, o trabalho é recompensador. “O ano de 2017 foi muito gratificante, porque estamos vendo o trabalho da Secretaria sendo desenvolvido lá na ponta, tendo as escolas efetivando nossos programas e fazendo dar certo”, afirmou.