Estudantes revisam conteúdos de Geografia no aulão ENEM 100% desta terça-feira

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) promoveu mais um aulão virtual, nesta terça-feira (22), dentro do projeto ENEM 100%. A atividade on-line, desta vez, foi voltada aos conteúdos de Geografia, com transmissão ao vivo na página do Youtube “Educação Bahia”. A iniciativa visa auxiliar os estudantes na preparação para o ENEM 2020, cujas provas, na versão impressa, serão aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 e, na versão digital, em 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

A estudante Geovana Melo e Silva Tavares, 17, 3º ano do Colégio Estadual Coriolano Carvalho, em Feira de Santana, conta que é assídua nos aulões do ENEM 100%. “Não perco uma aula, assisto a todas. Por conta da pandemia, nós, alunos do 3º ano, ficamos preocupados, tensos, por conta do ENEM. Terceiro ano é uma cobrança a mais e aí temos que focar ainda mais nos estudos, afinal é o nosso último ano e, depois, iremos fazer vestibular, ENEM. Mas para entrarmos na universidade, precisamos estar preparados e essas aulas virtuais estão nos ajudando bastante, pois trazem conteúdos e dicas importantes; tiram as nossas dúvidas e, de alguma forma, nos deixam mais aliviados por saber que estamos sendo preparados para o ENEM e para a vida”, relatou a estudante, que revela ser estudiosa e pretende fazer Direito.

No aulão, o professor Engeberto Apolinário focou em temas como situação do saneamento no Brasil e o que muda como novo marco legal de saneamento, além da relação entre estrutura sanitária e saúde pública. Para quem está se preparando para a prova do ENEM, considera o educador, é sempre bom ter conhecimento sobre os conteúdos mais recorrentes em cada área de conhecimento. No caso de Geografia, ele cita temas como globalização, agropecuária (técnicas e ritmo de produtividade, questão fundiária e danos ambientais), cidadania e direitos humanos, população, questão urbana, comércio, problemas ambientais e cartografia.

“Oriento meus alunos que pretendem fazer uma boa prova a assistirem às aulas do ENEM 100%, que é uma ferramenta que abre novas possibilidades de redução da exclusão social. Além disso, sugiro que resolvam questões; assistam a vídeos no YouTube; e exercitem a escrita, conectando a redação com as informações das áreas de conhecimento e refletindo como agir para resolver problemas”, deu as dicas o professor Popó, como Apolinário é conhecido pela comunidade escolar dos colégios estaduais Professora Maria de Lourdes Parada Franch, no bairro de Pau da Lima, e Nelson Barros, em Cajazeiras X, em Salvador, onde atua como docente.

Componentes curriculares – Os aulões virtuais acontecem todas às terças e sextas-feiras, até o dia 18 de setembro, envolvendo diferentes componentes curriculares, e fazem parte de uma série de atividades lançada pela SEC para fortalecer a aprendizagem dos estudantes que irão prestar o ENEM. No Portal da Educação, o estudante tem também à sua disposição uma apostila que pode ser baixada, por aula, e a programação das próximas aulas que serão realizadas.

Ainda no Portal da Educação o estudante tem acesso a conteúdos preparatórios por meio do projeto Universidade para Todos – Estude em Casa, desenvolvido em parceria com as universidades estaduais (UNEB, UEFS, UESC e UESB). Outra importante ferramenta é a Plataforma Anísio Teixeira, que contém mais de 10 mil conteúdos digitais educacionais e aulas do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITEC), tendo recebido o aporte de conteúdos construídos com as 12 Instituições de Ensino Superior (IES) públicas na Bahia (UNEB, UEFS, UESB, UESC, UFBA, UFOB, UFRB, UNILAB, UFSB, UNIVASF, IFBAIANO E IFBA).

Os estudantes também podem complementar a preparação para o exame com o “Estude em casa”, programa exibido em parceria com o Canal Futura, da Fundação Roberto Marinho, através da TVE, sempre às 13h e às 15h. Além disso, a emissora leva ao ar o programa “Hora do ENEM”, exibido de segunda a sexta, às 18h.

Foto: Divulgação
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

SEC promove live sobre uso responsável da internet e enfrentamento a crimes cibernéticos nesta quarta-feira (23)

A Secretaria da Educação do Estado promove, nesta quarta-feira (23), às 16h30, uma live de abertura do 7º Módulo de Atualização – Educando para boas escolhas on-line, realizado em parceria com a SaferNet Brasil. O objetivo do curso é orientar educadores e familiares sobre o uso legal, responsável e ético da internet, além de apresentar informações importantes sobre o enfrentamento de práticas de crimes cibernéticos e de violação contra os Direitos Humanos.

A live de abertura para a inauguração do curso será às 16h30, no canal do YouTube da Educação Bahia. O curso será oferecido para educadores, podendo acolher familiares interessados, e realizado em formato autoinstrucional, em ambiente virtual de aprendizagem, disponibilizado pela SAFERNET Brasil, com carga horária de 40 horas.


Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

Estado institui Universidade para Todos como política de fortalecimento das aprendizagens de acesso ao Ensino Superior

O Governo do Estado publicou, nesta terça-feira (22), no Diário Oficial (DO) o decreto nº 20.004, que institui o programa Universidade para Todos (UPT) como política pública da educação. A iniciativa, desenvolvida pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), reconhece o trabalho fundamental de preparação dos estudantes das redes públicas de ensino estadual ou municipais para os processos seletivos de ingresso ao Ensino Superior e a contribuição no processo de iniciação à docência aos estudantes universitários como monitores da UPT, a partir do exercício teórico-prático dos conteúdos e atividades pedagógicas.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, falou sobre a importância do decreto para o programa que, ao longo de 10 anos, já possibilitou o ingresso ao Ensino Superior em diversos cursos para, aproximadamente, 22 mil estudantes. “O Universidade Para Todos é um dos principais programas de acesso da juventude ao Ensino Superior do país, alcançando estudante em todos os 27 Territórios de Identidade da Bahia. Com o decreto, o Governo da Bahia reafirma a prioridade do Estado com as políticas para a juventude, que integram uma série de programas com foco no Ensino Superior, como o UPT, o Mais Futuro e o Partiu Estágio, proporcionando oportunidade de aprendizagem para jovens em condição de vulnerabilidades social e econômica. Vale destacar, neste sentido, o fortalecimento do UPT para ampliar, também, o atendimento aos povos e às comunidades tradicionais da Bahia, como povos do campo, indígenas e quilombolas”, afirmou.

O UPT era uma das ações que integravam a Fase I – Preparando para a Universidade, do Projeto Faz Universitário. Com o decreto, o que se busca é transformar a antiga ação em um programa próprio. “A relevância social da ação impõe a continuidade do atendimento ao público aspirante à Educação Superior, a fim de contribuir para o acesso de estudantes, em situação de exclusão e de vulnerabilidade socioeconômica, e minimizar o impacto das desigualdades sociais nos processos educativos para o ingresso e acesso ao Ensino Superior”, acrescentou o coordenador de Programas e Projetos Estratégicos da SEC, Marcius Gomes.

O que muda – Antes do decreto, o UPT era pensado como um cursinho pré-vestibular, com aulas, aulões e simulados. Agora, o Programa UPT será composto por três etapas, independentes e complementares, que envolvem a mobilização de inscrição para os processos do ENEM, Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB), exame vestibular e demais formas de ingresso no Ensino Superior; o fortalecimento das aprendizagens e preparação do estudante; e a formação inicial e continuada de estudantes universitários para o exercício da docência.

Além disso, o programa será executado pela SEC, em parceria, preferencialmente, com as universidades públicas estaduais: UNEB, UEFS, UESB e UESC. Não havendo cobertura de atendimento ao programa em algum território e/ou município, a partir dos municípios-sede destas universidades, a SEC poderá firmar parceria com outra instituição de ensino superior pública autorizada pelo MEC que promova curso de formação superior, como a UFRB, que, este ano, estará nesta parceria.

Sobre o Comitê Gestor – O decreto também implanta o Comitê de Acompanhamento, Monitoramento e Avaliação, uma instância de consulta e proposição responsável por acompanhar, monitorar, avaliar e zelar pela qualidade da execução do Programa UPT, com representantes da SEC, das universidades e da Casa Civil, com o apoio da Coordenação de Programas e Projetos  Estratégicos da SEC.

Foto: Josenildo Almeida
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

Colégio Estadual Rotary em Feira de Santana alcança uma das melhores pontuações do IDEB na Bahia

O Colégio Estadual Rotary, localizado no município de Feira de Santana, no bairro Capuchinhos, obteve uma das melhores pontuações no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), para o Ensino Médio, na Bahia.  Com 5.3 no IDEB, a unidade escolar superou o seu índice alcançado em 2017, que foi de  3.6, e a meta nacional de 2019, de 4.3, o que demonstra um grande salto no desenvolvimento da qualidade da educação.

Fundado em 1968, o colégio oferta apenas o Ensino Médio regular e possui, atualmente, 534 estudantes matriculados. Os estudantes se sentem motivados e participam ativamente dos projetos desenvolvidos.

A diretora do colégio, Claudiana Carvalho, atribui o bom desempenho no IDEB a dois pilares: desenvolvimento de projetos interdisciplinares e estreitamento da boa relação com as famílias e os estudantes. “Somos uma escola que não cansa de se reinventar. Queríamos que a leitura, o esporte, a cultura, o aprender e a responsabilidade social caminhassem juntos. Repensamos nossa gincana, que já é tradicional tal qual o nome da instituição: Rotary. Fizemos do evento um grande palco de artistas, onde a palavra de ordem foi leitura, pois o aprendizado é o nosso maior objetivo. Para além dos projetos implementados com o apoio da equipe docente, dos estudantes e das famílias, temos outros diferenciais: o acolhimento afetivo e o diálogo próximo. Não somos apenas uma escola, somos uma grande família. Trabalhamos com dedicação, respeito, qualidade e amor”, enfatizou.

O estudante Pedro Henrique Carneiro, 19, que concluiu os estudos em 2019 e, atualmente, cursa História na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), relembrou sua trajetória no colégio. “Cresci no Rotary, pois estudei de 2012 até 2019. Foi lá que tive parte da minha identidade formada. Acredito que há um referencial no seu ensino. O afeto é uma palavra que usaria para caracterizar esse diferencial. A comunicação da escola com a comunidade é feita de forma majestosa. O contato com os alunos e os seus responsáveis demarca a escola como uma instituição em que a confiança é o seu segundo nome. O incentivo à leitura crítica é também o incentivo à leitura do mundo, que é o nosso local de ação para com o outro. Entender o outro e entender a si mesmo nos dá a oportunidade de nos conhecermos e construirmos uma escola e um ensino público de qualidade”, pontuou.

Para Maria das Graças Souza, 42, que é representante do Colegiado Escolar e mãe da estudante Maria Eduarda Guedes, 16, 2º ano, o êxito no IDEB está relacionado à parceria firmada com a família. “O Rotary tem um grande diferencial no acolhimento entre pais, professores e estudantes, fazendo assim uma grande instituição onde todos trabalham juntos. Com certeza, esta nota tem relação direta com o incentivo, o apoio familiar e o planejamento sistemático prático da escola. Enfim, a socialização proposta pela escola e sua acolhida da família e do aluno traduzem o sucesso”, avaliou.

A professora de Inglês e Artes, Ruby Rocha, comemorou a nota do IDEB. “Aqui em nossa escola amamos o que fazemos e acreditamos que se cada um fizer a sua parte sempre alcançaremos o melhor possível. Nossa proposta pedagógica, via projetos temáticos, promove o estímulo ao protagonismo dos alunos e, assim, eles se apropriam do processo de aprendizagem de maneira prazerosa e que fazem muito mais sentido para eles. Somos uma equipe muito sabida, feliz e diversificada, sempre unida por um bem comum e, como diz nossa querida Fátima Freire, ‘quem educa marca o corpo do outro’ e quem por aqui passa é sempre marcado positivamente por tudo que vive nessa escola. E o que proporcionamos com isso é que cada um de nós, estudantes e professores, se tornem as melhores versões de nós mesmos. Amamos a nossa escola. Amamos o que escolhemos fazer, que é aprender e ensinar diariamente”, salientou.

Sobre o IDEB – O IDEB foi criado pelo governo federal para medir a qualidade do ensino nas escolas públicas. No Ensino Médio, a rede estadual de ensino saltou de 2,7 (2017) para 3,2 (2019). Este foi o melhor IDEB alcançado pela rede desde que o índice foi instituído, em 2007. Em termos relativos, percentuais, o IDEB da Bahia cresceu 18,5%, sendo o segundo maior crescimento do país. A Bahia também é um dos oito estados com aumento maior do IDEB, 0,5, maior do que a média nacional, que foi de 0,4.

O avanço também foi constatado nos ensinos Fundamental I e II da rede pública, que possuem ofertas pelas redes estadual e municipais. O IDEB demonstrou que, no Ensino Fundamental I (do 1º ao 5° ano), houve um crescimento de 4,7 (2017) para 4,9 (2019) e, no Ensino Fundamental II (do 6º ao 9º ano), o desempenho foi ainda melhor, avançando de 3,4 (2017) para 3,8 (2019).

Foto: Divulgação
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

Secretaria da Educação do Estado oferta 10 mil vagas para curso de formação sobre ensino híbrido

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) promoveu, nesta segunda-feira (21), pelo canal Educação Bahia, no Youtube, a apresentação do Módulo de Atualização Ensino Híbrido na Prática, cujas inscrições estão abertas até esta terça (22), no endereço http://bit.ly/insc-EH,  com a oferta de 10 mil vagas para professores, gestores e coordenadores pedagógicos. O curso é uma parceria com a Fundação Lemann e a Sincroniza Educação e tem o objetivo de aprimorar as estratégias pedagógicas do ensino híbrido, que une atividades presenciais e on-line, na rede pública estadual.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, falou da importância de manter atividades de formação neste período de pandemia. “Esta é uma posição e atitude de vínculo que queremos fortalecer com nossos educadores. É um tema necessário que esbarra na formação que tivemos lá na universidade, que não preparou o professor para lidar com o ensino on-line ou híbrido. Por isso, temos que superar os desafios e tranquilizar os educadores que tudo isso está sendo feito com estudo e análise daquilo que melhor pode ser ofertado para a nossa realidade”, disse.

A superintendente de Políticas para a Educação Básica, Manuelita Brito, afirmou que o conceito da formação segue as necessidades da rede estadual. “A nossa parceria com a Fundação Lemann e a Sincroniza Educação  veio nesta perspectiva de trazer para o educador um curso customizado para a realidade baiana. É proporcionar que, mesmo os estudantes que não tenham o acesso fácil à internet, vejam na escola a possibilidade de acompanharem o trabalho pedagógico dos professores”.

Segundo a representante do Sincroniza Educação, Ana Paula Manzalli, o curso dará a condição do educador promover o ensino híbrido na prática. “Para  que possa trabalhar o ensino híbrido em sala de aula, os professores precisam ter apoio e conhecimento para que seja uma prática viável. A proposta formativa é apresentar essas estratégias”, explicou.

O gerente de Inovação da Fundação Lemann, Lucas Rocha, ressaltou que existe o empenho integrado às redes estaduais de ensino para buscar soluções que promovam continuidade da aprendizagem. “Sabemos de todas as dificuldades que o ensino no mundo todo está enfrentando e este diálogo com os estados e instituições são essenciais para criarmos propostas que possam enfrentar os desafios”.

O Módulo de Atualização Ensino Híbrido na Prática terá carga horária de 40h,  com mediação totalmente online, através da plataforma da Sincroniza Educação. O curso será realizado do dia 28 de setembro a 09 de novembro de 2020, através do link: http://bit.ly/insc-EH. Em caso de dúvidas, o educador pode enviar e-mail para o e-mail formacaosuped@enova.educacao.ba.gov.br.

Foto: Divulgação
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

SEC prorroga Escuta On-Line para contribuições sobre o Documento Curricular Referencial da Bahia do Ensino Médio

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) prorrogou, até o dia 5 de outubro, a Escuta On-line para que os estudantes baianos possam contribuir na elaboração do Documento Curricular Referencial da Bahia (DCRB) – Etapa do Ensino Médio. O objetivo é representar, da melhor forma possível, as expectativas, os anseios e as necessidades dos jovens por meio do subsídio da escrita e aperfeiçoamento do processo de implementação do Novo Ensino Médio no Estado da Bahia. A Escuta On-line está disponível para acesso no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br).

A superintendente de Políticas para a Educação Básica (SEC), Manuelita Brito, disse que é fundamental ouvir os estudantes neste momento de transição curricular. “É a oportunidade dos estudantes apresentarem suas inquietações, nos ajudando a construir um currículo que será uma realidade para as novas gerações, abordando o Ensino Médio regular, assim como todas as modalidades, como EJA (Educação de Jovens e Adultos); Educação Profissional; Educação do Campo; Quilombola e Indígena; e a Educação Inclusiva”, ressaltou.

A estudante Clara Gama, do Centro Estadual de Educação Profissional em Tecnologias da Informação e Comunicação (CEEP/TIC), em Lauro de Freitas, ressalta a importância da Escuta On-line. “A educação é o que temos de mais importante e acredito que o Ensino Médio tem que possuir um currículo menos engessado e de acordo com a nossa realidade. O debate é importante para adequar o currículo à expectativa dos estudantes, valorizando a nossa cultura no Brasil e na Bahia, trazendo mais senso crítico dos estudantes”.

A estudante Evania Silva, do Colégio Estadual do Campo Hermínio Manoel de Jesus, no distrito de Bonfim, em Valença, também destaca a necessidade de um olhar para as diferentes modalidades da Educação. “Tinha medo do Ensino Médio, porque achava que seria difícil de concluir. Mas ter uma aprendizagem com projetos ligados à Agroecologia e ao Meio Ambiente me fez entender aquilo que era visto na teoria”.


Foto: Divulgação
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

Colégio Estadual Félix Mendonça em Itabuna conquista IDEB acima da meta e destaca projetos pedagógicos que fortalecem a aprendizagem

O Colégio Estadual Félix Mendonça, localizado no bairro do Sarinha Alcântara, em Itabuna, tem sido uma referência para a comunidade do entorno. A qualidade do ensino, reafirmada pelo bom desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), faz com que a escola tenha grande procura de pais, mães e responsáveis, que querem suas filhas e filhos estudando nessa escola pública de qualidade.

Neste ano, o resultado do IDEB mostrou, mais uma vez, que o Colégio Estadual Félix Mendonça conquistou um dos melhores IDEB da rede estadual, de 4,7 para o Ensino Médio, acima da meta nacional, que é de 4,3. Para a diretora da unidade escolar, Rose Guerra, o bom desempenho está atrelado a um conjunto de fatores, como os projetos pedagógicos desenvolvidos que visam potencializar as competências e habilidades dos estudantes e isto envolve o lado emocional. 
“Ao longo do ano, são desenvolvidos projetos que resgatam a autoestima, pois os estudantes precisam se sentir acolhidos e estimulados e, assim, realizarem os exames com autonomia e segurança. Também desenvolvemos projetos de leitura que envolvem todas as áreas do conhecimento, pois a leitura é o mecanismo que alicerça a desenvoltura, o protagonismo dos discentes. São realizadas, periodicamente, ações diagnósticas para perceber o nível e o ritmo de aprendizagem de cada um para, então, adaptar as intervenções e aulas no contraturno”, pontuou Rose.

Ainda segundo a gestora, o engajamento e o compromisso de toda a equipe pedagógica também são outros diferenciais da escola. “As ações realizadas pela equipe do colégio se baseiam em focar na aprendizagem dos estudantes para oferecer uma formação plena que realize os objetivos pessoais de cada um”, afirmou, ao destacar ainda a fundamental participação e envolvimento da família no acompanhamento escolar dos estudantes. “Um ponto forte que deve ser levado em consideração é a participação da família na vida escolar dos estudantes. O acompanhamento e o monitoramento na vida escolar fazem a diferença”, acrescentou.

Neste momento de pandemia do novo Coronavírus, o colégio continua, de forma voluntária e solidária, mantendo o vínculo com os estudantes e as famílias, por meio de atividades on-line. Quem não pode acessar as salas virtuais, a unidade escolar disponibiliza conteúdos impressos para fortalecer as aprendizagens. “A família é a nossa forte parceira. Comprometida com as ações escolares propostas, a família dá vida à escola e sentido aos objetivos de seus filhos. Quando a escola e a família andam de mãos dadas, percebe-se o reconhecimento dos segmentos e o rumo da educação”, acrescentou a gestora.

*Sobre o IDEB* – O IDEB foi criado pelo governo federal para medir a qualidade do ensino nas escolas públicas. No Ensino Médio, a rede estadual de ensino saltou de 2,7 (2017) para 3,2 (2019). Este foi o melhor IDEB alcançado pela rede desde que o índice foi instituído, em 2007. Em termos relativos, percentuais, o IDEB da Bahia cresceu 18,5%, sendo o segundo maior crescimento do país. A Bahia também é um dos oito estados com aumento maior do IDEB, 0,5, maior do que a média nacional, que foi de 0,4.
O avanço também foi constatado nos ensinos Fundamental I e II da rede pública, que possuem ofertas pelas redes estadual e municipais. O IDEB demonstrou que, no Ensino Fundamental I (do 1º ao 5° ano), houve um crescimento de 4,7 (2017) para 4,9 (2019) e, no Ensino Fundamental II (do 6º ao 9º ano), o desempenho foi ainda melhor, avançando de 3,4 (2017) para 3,8 (2019).

Fotos: Divulgação
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

Estado investirá mais de 24 milhões em Complexos Poliesportivos em Alagoinhas, Itapetinga e Serrinha e nas novas escolas de Remanso e Aramari

O Governo do Estado publicou, nesta sexta-feira (18), no Diário Oficial (D.O), o resultado das licitações para a construção dos Complexos Poliesportivos e Educacionais nos municípios de Alagoinhas, Itapetinga e Serrinha, no valor total de R$ 9.814.685,17 milhões. No D.O também foi disponibilizado o resultado da licitação para as novas unidades escolares em Remanso (R$ 7.949.525,64) e Aramari (R$ 6.889.606,55). Com esta iniciativa, serão investidos na estrutura da rede estadual de ensino um total de R$ 24.653.816,36 milhões.

O secretário da Educação do Estado (SEC), Jerônimo Rodrigues, destacou a importância de valorizar a infraestrutura das escolas e dos espaços educacionais. “Estes Complexos irão oportunizar a interação de práticas esportivas e culturais, envolvendo toda a comunidade. Isso fortalecerá nossas atividades voltadas às políticas para a juventude e à Educação Integral, além de reforçar a importância do regime de colaboração com os municípios. E as novas escolas também seguem esta visão de fortalecer a educação e aliá-la à prática pedagógica”, destacou.

Os Complexos são uma ação do Governo do Estado, realizada por meio da SEC, para requalificar a infraestrutura de educação, esporte, lazer e cultura, disponibilizando equipamentos com moderno padrão arquitetônico e fortalecendo a prática esportiva, artística e cultural no currículo escolar. Além da rede estadual, os complexos atenderão aos estudantes das redes municipais e particular, bem com a comunidade local. Além disso, 60 novas escolas serão construídas na capital e no interior até 2022. Intervenções também continuarão sendo realizadas nas unidades escolares já existentes, através de manutenções e reformas.

Foto: Mateus Pereira/GOVBA
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

Live promovida pela SEC aborda violência doméstica, distanciamento social e Setembro Amarelo

Dando prosseguimento às atividades da campanha Setembro Amarelo, a Secretaria da Educação do Estado, através do Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor, promoveu, nesta quinta-feira (17), mais uma ação que aborda a prevenção ao suicídio, em parceria com a Secretaria Estadual da Saúde (SESAB). Na live, que teve transmissão pelo canal do Youtube do Instituto Anísio Teixeira (IAT) e participação de estudantes e professores, foi abordado o tema “Violência doméstica, distanciamento social e Setembro Amarelo”. A atividade on-line contou com as participações da superintendente de Recursos Humanos da SEC, Rosário Muricy, e da major Milanei, da Operação Ronda Escolar, sob a mediação da psicóloga Jaqueline Noronha.

Convidada para abrir a live, a superintendente de Recursos Humanos da SEC, Rosário Muricy, falou sobre a importância de debater sobre o tema. “Esta atividade, que é uma continuidade da campanha Setembro Amarelo, é muito oportuna, especialmente pela presença da major Milanezi, parceira fundamental nas ações cotidianas das nossas escolas, auxiliando os nossos dirigentes, tanto na gestão como na manutenção da ordem e da disciplina. A live vem com um tema importante, que é como a educação pode dar descontinuidade na violência doméstica. É inteiramente oportuno tratarmos deste tema e, principalmente, com a Ronda Escolar, porque é de casa que vem muito de violência doméstica para as unidades escolares”.

A major Milanei falou, entre outras questões, sobre a importância de conscientizar a família no sentido da desconstrução da violência doméstica. “Eu penso que a educação é libertadora. Não estou falando só da educação formal, dentro das escolas. Mas vamos pensar também na educação informal, de dentro de casa. A criança reproduz aquilo que vivencia no dia a dia, em sua casa, brincando com os colegas, na casa dos avós e no próprio ambiente escolar”, refletiu. A responsabilidade de educar as crianças, completou a policial da Ronda Escolar, é de todos, mas em primeiro lugar do pai e da mãe em meio à convivência doméstica.

“Para começarmos a pensar em redução de violência, precisamos repensar em que educação informal elas têm recebido em casa. Se quando comete alguma desobediência, a criança é reprimida com violência física, ela vai achar normal quando presencia a sua mãe sendo agredida pelo marido. Ou seja, a criança vai associar a violência contra a mãe a um erro cometido por ela e vai achar aquela situação normal, mas não é. E a gente precisa quebrar isso com a abertura do diálogo”, afirmou a major, lembrando que todos podem contribuir com a quebra da violência doméstica denunciando quando perceber alguma situação estranha, por meio do Disque Denúncia – capital, com sigilo de identidade ao denunciante, através do telefone 3235-0000 ou pelo conhecido 190, da Polícia Militar.

Sobre as atividades da campanha – As atividades da campanha que estão sendo desenvolvidas pela SEC acontecem durante todo o mês de setembro, garantindo espaços de reflexão junto à comunidade escolar. Entre as ações já realizadas, destaque para os lançamentos, no dia 10 de setembro, da Cartilha Setembro Amarelo, dirigida a professores e servidores da Educação, e a Revista Gibi Setembro Amarelo, para os estudantes. Acesse a programação através do endereço https://bit.ly/31U3JX2 

Além da campanha Setembro Amarelo, o Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor vem realizando escutas e atividades voltadas para a promoção e prevenção à saúde dos professores e servidores da rede estadual, neste período de pandemia. São oficinas on-line e atendimentos individualizados com os 40 psicólogos do programa.

O atendimento individualizado pode ser solicitado através do e-mail saudedoprofessor@enova.educacao.ba.gov.br. Para isso, é necessário informar a matrícula, o nome, o telefone e a escola em que estão lotados.  Após a solicitação e o agendamento, o educador ou o funcionário é direcionado a um psicólogo para o atendimento, que é realizado por telefone, WhatsApp ou Google Meet, com horário marcado e de acordo com a disponibilidade da agenda. O procedimento, autorizado pelo Conselho de Psicologia, visa continuar proporcionando auxílio e cuidado emocional aos educadores, considerando o período de isolamento social devido à pandemia do novo Coronavírus.

Mais sobre o programa – O Programa de Valorização e Saúde do Professor tem a proposta de reabilitar, prevenir e promover a saúde do docente, prestando assistência e apoio a esses profissionais no desempenho de suas atividades. O programa oferece serviços gratuitos nas áreas de Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Serviço Social e Psicologia. A ação disponibiliza no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br) também uma cartilha de orientações e cuidados para todos os profissionais da Educação e vídeos da ginástica laboral, disponíveis nas redes da Educação.

Foto: Divulgação
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

Projeto ENEM 100% promove aulão virtual de Biologia nesta sexta-feira (18)

Biologia será o componente curricular do aulão virtual do projeto ENEM 100%, nesta sexta-feira (18), às 16h. A atividade, que contará com a participação do professor Ricardo Magalhães, é promovida pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), sendo transmitida, ao vivo, pelo canal do Youtube da Educação Bahia. A ação pedagógica busca auxiliar os estudantes na preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2020, cujas provas, na versão impressa, serão aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 e, na versão digital, em 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

Os aulões virtuais do projeto ENEM 100% acontecem todas às terças e sextas-feiras, sempre das 16h às 17h, envolvendo diferentes componentes curriculares, e fazem parte de uma série de atividades lançada pela SEC para fortalecer a aprendizagem dos estudantes que irão prestar o ENEM. No Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br), o estudante tem também à sua disposição uma apostila que pode ser baixada, por aula, e a programação das próximas aulas que serão realizadas.

Ainda no Portal da Educação, o estudante tem acesso a conteúdos preparatórios por meio do projeto Universidade para Todos – Estude em Casa, desenvolvido em parceria com as universidades estaduais (UNEB, UEFS, UESC e UESB). Outra ferramenta é a Plataforma Anísio Teixeira, que contém mais de 10 mil conteúdos digitais educacionais e aulas do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITEC), tendo recebido o aporte de conteúdos construídos com as 12 Instituições de Ensino Superior (IES) públicas na Bahia (UNEB, UEFS, UESB, UESC, UFBA, UFOB, UFRB, UNILAB, UFSB, UNIVASF, IFBAIANO E IFBA).

Os estudantes também podem complementar a preparação para o exame com o “Estude em casa”, programa exibido em parceria com o Canal Futura, da Fundação Roberto Marinho, através da TVE, sempre às 13h e às 15h. Além disso, a emissora leva ao ar o programa “Hora do ENEM”, exibido de segunda a sexta, às 18h.

Foto: Divulgação
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br