educacao.ba.gov.br

Educadores de Itabuna discutem sobre Educação Integral no Currículo Bahia

Educadores de Itabuna discutem sobre Educação Integral no Currículo Bahia

A Secretaria da Educação do Estado está promovendo uma série de encontros com gestores escolares, professores articuladores e coordenadores pedagógicos, que atuam no Programa da Educação Integral (ProEI), com o objetivo de discutir concepções de ensino e de aprendizagem que subsidiem a escrita do Currículo Bahia. Nestas quinta e sexta-feira (10 e 11), a atividade acontece no Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães, no Núcleo Territorial de Educação de Itabuna (NTE 5), na região sul.

O encontro começou pelo Polo de Jequié (8 e 9), no centro sul, e prossegue nos próximos dias 22 e 23, no Polo de Juazeiro (norte), e 29 e 30, no Polo de Feira de Santana (centro norte).  Participam do encontro no Polo de Itabuna educadores de Itabuna, Ilhéus (sul), Porto Seguro, Itamaraju e Teixeira de Freitas (extremo sul). A discussão, explica a coordenadora da Educação Básica do NTE 5, Vileide Lopes, pretende trabalhar a base curricular a partir do caráter formativo da Educação Integral.

“Outros pontos importantes em discussão estão relacionados à infraestrutura escolar e à formação continuada dos professores. Também focamos na proposta inovadora da Educação Integral para que as experiências exitosas que já temos no Estado sejam conhecidas e ampliadas em toda a rede. A nossa contribuição para o Currículo Bahia está também voltada à defesa da interdisciplinaridade e multidisciplinaridade, tendo como protagonista o estudante e enaltecendo as experiências em campo como o diferencial na Educação Integral”, explica Vileide.

O professor articulador do ProEI do Colégio Estadual Fábio Araripe Goulart, em Ilhéus, Astor Vieira Jr., fala sobre a experiência na unidade escolar. “A nossa realidade é de puro êxito. Para se ter uma ideia, no ano passado, tínhamos 50 alunos na Educação Integral. Este ano, são 110. Acredito que o nosso sucesso pedagógico é por conta da ponte que fazemos com a comunidade, a partir de um trabalho voltado ao empreendedorismo, às artes e ao esporte, dando significado prático ao que o currículo propõe em sala de aula”.

A diretora do Complexo Integrado de Educação de Itabuna, Benedita da Silva, destaca que a Educação Integral na unidade funciona desde 2015 e, atualmente, tem 288 estudantes na modalidade. “Nosso trabalho pedagógico é baseado na proposta das mudanças curriculares no passo da interdisciplinaridade e da inserção multisseriada, cuja base está voltada ao encontro de saberes das diversas áreas do conhecimento. Levamos em conta o interesse do aluno, a partir de metodologias ativas e integradas à Universidade Federal do Sul da Bahia e à Universidade Estadual da Bahia”.

O ProEI busca consolidar a política da Educação Integral na rede estadual, a partir da ampliação do tempo e do currículo escolar para os estudantes da Educação Básica, efetivando a integralização de diversos programas e a sinergia de suas ações com vistas à melhoria da qualidade do ensino nas escolas da rede.