Experiências de alfabetização do TOPA serão apresentadas no Virtual Educa 2018  

TOPA - foto João Valadares

A programação do XIX Encontro Internacional Virtual Educa – um dos maiores eventos mundiais sobre inovação e tecnologia aplicadas à Educação, que será realizado entre os dias 4 e 8 de junho, no Centro de Formação e Eventos da Secretaria da Educação do Estado (no antigo ICEIA), também contará com o Seminário de Socialização dos Resultados da Aplicação dos Testes Cognitivos da 10ª Etapa do Programa Todos pela Alfabetização (TOPA), além de experiências de alfabetização. A atividade contará com uma palestra com o presidente de honra do Instituto Paulo Freire, Moacir Gadotti, em celebração aos 50 anos da Pedagogia do Oprimido, do educador Paulo Freire. As atividades acontecem no dia 6 de junho, das 8h30 às 17h30, no local do evento.

Segundo a coordenadora de Projetos Especiais da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, Elenir Alves, a ideia da atividade é resgatar o legado de Paulo Freire. “Estaremos com representantes de prefeituras que executaram o TOPA nesta décima etapa, com representantes de entidades dos movimentos sociais e sindicais, além de pessoas que já se alfabetizaram pelo programa. Vai ser muito interessante, porque vamos socializar três experiências exitosas da décima etapa do TOPA. Outro destaque será a palestra com Moacir Gadotti, que abordará o tema 50 Anos da Pedagogia do Oprimido: inquietações e perspectivas”, destaca.

Elenir Alves também informa que, paralelamente, acontecerão outras ações, a exemplo da mobilização dos municípios em parceria com a UNICEF, na adesão da metodologia da busca ativa de crianças que estão fora da escola. “A UNICEF vem desenvolvendo um trabalho em todo o Brasil e a Bahia também adotará esta metodologia para identificar por quais razões algumas crianças estão fora da escola. O Estado fará a adesão e a Secretaria, enquanto Estado, convidará os municípios para aderir à essa metodologia da UNICEF. Além disso, também iremos prestar atendimento aos municípios no estande da União Na­ci­onal dos Di­ri­gentes Mu­ni­ci­pais de Edu­cação (UNDIME-BA), pois a Secretaria trabalha nesse regime de colaboração com os municípios ”, explica.

Sobre o TOPA – O Programa Todos pela Alfabetização (Topa), desenvolvido pelo Estado em parceria com o Governo Federal e com apoio dos municípios e entidades sociais e sindicais. Com o Topa, 1,5 milhão de jovens acima de 15 anos, adultos e idosos, que não puderam efetuar os estudos na idade regular, foram alfabetizados.