educacao.ba.gov.br

Diversidade de sabores e manifestações culturais marcam Festival Gastronômico do CEEP Itabuna

fest 2

O IX Festival Gastronômico movimentou o Espaço Terceira Via Hall, em Itabuna,  com o tema “Bahia: Berço de Diversidades na Arte, na Cultura e na Gastronomia”. O evento, promovido pelo Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) em Biotecnologia e Saúde, unidade da rede estadual de ensino, apresentou para jurados e público em geral diferentes preparos gastronômicos inspirados em 11 Territórios de Identidade da Bahia, além de manifestações culturais como cordel, teatro, dança e musicais que narraram a história, a cultura e a culinária de Territórios como Oeste Baiano, Velho Chico, Costa do Descobrimento e Recôncavo.

fest 1

Luzia Maria da Costa Silva, 27 anos, estudante do 4º semestre do curso Técnico em Nutrição, foi uma das autoras do Alegria Tropical, prato à base de purê de aipim com frutos do mar e ceviche de banana da terra. O preparo representou o Território Extremo Sul da Bahia, que também foi lembrado por manifestações de dança, capoeira e de valorização da cultura indígena. “Foram muitos meses de pesquisa e ficamos animados em mostrar o resultado do nosso trabalho. É importante para gente”, disse.

Competindo pela preferência dos jurados, o Território do Sisal foi representado por uma construção de sabores que buscou retratar a vida no sertão. Quem conta é a estudante Tamires Santos, 30 anos, que defendeu, junto com outros alunos, o Carré de cordeiro ao molho de umbu, acompanhado de purê de aipim: “O Festival é muito rico e com ele mostramos a diversidade e a riqueza cultural da Bahia. Nós, por exemplo, fizemos uma pesquisa sobre a vida do sertanejo e buscamos mostrar um pouco da cultura e da força desse povo cheio de fé”.