Obras artísticas de estudantes da rede estadual serão expostas na Assembleia Legislativa  

ave foto

Telas e esculturas temáticas, além de fotografias dos pontos históricos de cidades baianas, assinadas por estudantes da rede estadual, compõem a Exposição Itinerante AVE e EPA 2019. A mostra chega a Salvador nesta segunda-feira (25), às 13h, na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), no Centro Administrativo, e poderá ser visitada até o dia 29 de março. Realizada pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), a exposição reúne 15 obras artísticas estudantis desenvolvidas a partir dos projetos estruturantes Artes Visuais Estudantis (AVE) e Educação Patrimonial e Artística (EPA).
São trabalhos artísticos que abordam temas que traduzem o cotidiano dos estudantes e falam de questões como racismo, violência contra a mulher, meio ambiente, povos indígenas, seca do Nordeste, democracia, infância roubada, desmatamento e dependência às redes sociais.
A Exposição Itinerante AVE e EPA 2019 acontecerá, ao longo do ano corrente, em dez espaços distintos da capital baiana, na Região Metropolitana e no interior do Estado. Na cidade de Firmino Alves, a Rodoarte – I Exposição Itinerante de Arte e Cultura dos projetos estruturantes AVE e EPA, protagonizada pelos estudantes de colégios estaduais ligados ao Núcleo Territorial de Educação – Itapetinga (NTE 8), pode ser visitada até segunda-feira (25), no Centro Educacional Monteiro Lobato. Até 7 de junho, a mostra terá percorrido todas as unidades escolares que compõem o Território do Médio Sudoeste, finalizando com os colégios estaduais Alfredo Dutra, Modelo e Polivalente, em Itapetinga.
O coordenador de Projetos Intersetoriais da Secretaria da Educação, Marcelo Augusto Santos, ressalta a importância da iniciativa. “A mostra itinerante, no caso, consiste em uma ação de ampliação da visibilidade dos projetos artísticos AVE e EPA, com o objetivo de enaltecer o protagonismo juvenil”, ressalta o gestor, destacando que os projetos artísticos da rede estadual são desenvolvidos por meio de diferentes linguagens artísticas e integram o desenvolvimento de políticas para a juventude do Estado.