Professores e estudantes de Eunápolis participam de oficina on-line sobre autoacolhimento e prevenção ao suicídio

Com o objetivo de promover a saúde mental dos professores e estudantes da rede estadual de ensino, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC), através do Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor, está promovendo uma série de oficinas on-line com psicólogos em torno do tema “Autoacolhimento em tempos de recolhimento”, reforçando a importância do autoacolhimento. A iniciativa integra as ações da campanha Setembro Amarelo, que visa a prevenção ao suicídio. Nesta quarta-feira (16), a atividade foi viabilizada, através da plataforma Google Meet, para professores e estudantes de escolas da área do Núcleo Territorial de Educação de Eunápolis (NTE 27).

A psicóloga Thamires Oliveira, que integra a equipe de profissionais da SEC, foi responsável por conduzir as discussões e frisou que a atividade teve o objetivo de conscientizar e prevenir. “Quando falamos sobre o suicídio, temos a oportunidade de conhecer e de auxiliar as pessoas que estão sobre o risco de suicídio. Pessoas essas que, muitas vezes, não falam do seu sofrimento por medo de julgamentos, por vergonha ou por medo do preconceito. Devemos mostrar para essas pessoas que quando essa dor chega é sinal de que elas estão vivas e precisam ser acolhidas para que o necessário seja ressignificado”, afirmou.

A diretora Juliana de Aquino, do Colégio Estadual Polivalente de Belmonte, localizado em Belmonte, afirmou que as discussões sobre o tema são fundamentais. “Além da conscientização sobre a prevenção do suicídio, a realização dessas oficinas é importante para fortalecer laços com os estudantes e para que saibam que não estão sozinhos. A escuta e o apoio do professor fazem muita diferença na vida de um estudante que passa por momentos difíceis”.

A superintendente de Recursos Humanos da Educação, Maria do Rosário Muricy, ressaltou a importância da campanha do Setembro Amarelo. “Anualmente, setembro é considerado como o mês mundial de prevenção ao suicídio, chamado, também, de Setembro Amarelo. O tema enfrenta ainda sérias resistências, principalmente em relação às dúvidas e entraves sentidos para a identificação dos sinais, situações estas que dificultam bastante, tanto a oferta como a busca de ajuda motivada basicamente pelos preconceitos existentes e, também, pela falta de informação. Por isso, as oficinas e outras ações são desenvolvidas pela SEC, junto à comunidade escolar”, afirmou.

Na divulgação voltada para a prevenção ao suicídio, a SEC está disponibilizando uma cartilha, bem como uma revista modelo Gibi no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). “Este material visa esclarecer aos estudantes e professores, de forma ilustrativa e bastante didática, as dúvidas e questionamentos existentes quanto às formas e aos meios de prevenção ao suicídio, além de informações e dicas importantes a respeito das formas de se cuidar e, também, de cuidar do outro”, acrescentou Rosário.

Atendimento psicológico – Além das oficinas, os professores e servidores da rede estadual de ensino podem solicitar atendimento psicológico on-line individualizado, através do e-mail saudedoprofessor@enova.educacao.ba.gov.br. Para isso, é necessário informar a matrícula, o nome, o telefone e a escola em que o interessado está lotado. Após a solicitação via e-mail do agendamento, o servidor é direcionado a um psicólogo para o atendimento, que é realizado por telefone, WhatsApp ou Google Meet, com horário marcado e de acordo com a disponibilidade da agenda. O procedimento, autorizado pelo Conselho de Psicologia, visa continuar proporcionando auxílio e cuidado emocional aos educadores, considerando as dificuldades do período de isolamento social devido à pandemia do novo Coronavírus.

Sobre o programa – O Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor tem a proposta de reabilitar, prevenir e promover a saúde do docente, prestando assistência e apoio a esses profissionais no desempenho de suas atividades. O programa oferece serviços gratuitos nas áreas de Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Serviço Social e Psicologia. O programa vem promovendo, ainda, campanhas como Outubro Rosa e Novembro Azul, realizadas em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado (SESAB).

Foto: Divulgação
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

Secretaria da Educação do Estado apresenta o resultado do IDEB à comunidade escolar

Durante live realizada na tarde desta terça-feira (15), a Secretaria da Educação do Estado apresentou os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) para a comunidade escolar. Na oportunidade, foi feita uma análise sobre os principais números com o objetivo de reconhecer o trabalho realizado pela rede de ensino e estimular uma maior mobilização para as próximas avaliações.

A rede estadual de ensino da Bahia alcançou o melhor  Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) na série histórica para o Ensino Médio, ou seja, desde que este indicador foi lançado, no ano de 2005. A rede saltou de 2,7 (2017) para 3,2 (2019). O dado foi divulgado nesta terça-feira (15), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP/MEC). O IDEB demonstrou, ainda, que a rede estadual teve um aumento de 0,5, ou seja, acima da média nacional, que foi de 0,4.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, falou do esforço de todos nesta conquista. “Realmente, é uma data importante para a gente. Conseguimos chegar a este ponto por meio do compromisso dos gestores, professores, NTEs (Núcleos Territoriais de Educação), das universidades, dos municípios, conselhos, fóruns e estudantes, com projetos e programas, formações, o apoio integrado e  com o governador priorizando e investindo na educação com visitas a 415 escolas. Mas não vamos nos acomodar. Vamos destrinchar estes números, que são valiosos, analisando por território, modalidade e escola para nenhuma escola ficar para trás”, afirmou.

Em termos percentuais, a Bahia cresceu 18,5%, ficando abaixo apenas do Paraná, que foi de 18,9%. O IDEB também aponta crescimento nos ensinos Fundamental I e Fundamental II na rede estadual. A Bahia saiu de 4,9, em 2017, para 5,0 em 2019, no Fundamental I. Já no Fundamental II, a rede estadual da Bahia foi a que teve o maior crescimento (15,6%) entre todas as redes estaduais do país, passando de 3,2, em 2017, para 3,7, em 2019.  

O subsecretário da Educação, Danilo Souza, ressaltou que o trabalho deu o direito do estudante de aprender ainda mais. “O importante foi percebermos que este crescimento foi na proeficiência. Nossos estudantes tiveram garantido o direito de aprender. O Sistema de Avaliação Baiano de Educação (SABE) foi importante neste processo, mas precisamos também que cada escola e cada colegiado possam dialogar com seu estudante, estimulando-o a participar da aprendizagem”.

Para a superintendente de Políticas Públicas para a Educação Básica, Manuelita Brito, a gestão tem que ser uma facilitadora da educação. “Quando a engrenagem funciona, a educação também funciona. Conseguimos formar um grande mosaico que interage neste trabalho pela qualificação da educação. Existem muitos desafios, mas estamos no caminho”, avaliou.

A diretora geral do Instituto Anísio Teixeira (IAT), Cybele Amado, falou da satisfação de conquistar os bons resultados. “Agradecemos e estamos   imensamente satisfeitos com o caminho que trilhamos até aqui com os trabalhos de formações inicial e continuada com educadores das redes estadual e municipal, que vêm sendo desenvolvidas no IAT”.

O superintendente de Gestão da Informação da SEC, Rainer Guimarães, disse que o resultado refletiu uma avaliação democrática. “Tivemos uma ampla participação das escolas, não havendo nenhum tipo de escolha por unidades que pudesse nos dar um melhor desempenho. Com estes números em mão, vamos poder direcionar o trabalho da SEC para novas políticas públicas que qualifiquem ainda mais a educação da Bahia”.

O coordenador de Articulação de Projetos para a Educação, Hélder Amorim, disse que os resultados começam a representar a qualidade da educação baiana. “Como professor da rede estadual, acredito que tivemos uma melhor representação do que é a qualidade da nossa educação, que é uma referência na educação pública. E os NTEs fizeram parte deste compromisso de mobilização que acendeu aquela faísca nas escolas”, comentou.

Foto: Divulgação
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

Estudantes revisam conteúdos de Língua Portuguesa no aulão virtual do ENEM 100%

Dando sequência ao conteúdo de Língua Portuguesa trabalhado nos aulões virtuais do projeto ENEM 100%, os estudantes revisaram, nesta terça-feira (15), mais quatro temas que são recorrentes nas provas do exame. Promovida pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), a ação pedagógica on-line é transmitida, ao vivo, pelo canal do Youtube da Educação Bahia com o objetivo de auxiliar os estudantes que se preparam para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), cujas provas, na versão impressa, serão aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 e, na versão digital, em 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

Na sua última aula de Língua Portuguesa, a professora Rose Sampaio focou em interpretação de texto e, desta vez, ela se debruçou nos seguintes temas: análise do discurso; variação linguística; gêneros textuais; e leitura e artes. “Estes são assuntos frequentes nas provas do ENEM, sendo que o primeiro corresponde 18% das questões, o segundo e terceiro, 8% e o último, 12%. A dica mais relevante que dou aos estudantes que vão fazer o exame é que baixem as provas dos últimos três anos e façam as questões. Outro ponto importante é identificar os conteúdos mais recorrentes e a eles se dedicarem ainda mais, seguindo uma rotina de estudos, cumprindo essa programação à risca”.

Toda prova, completou a professora, é um momento de reflexão e a prova do ENEM tem este perfil: “de nos fazer refletir sobre questões atuais e pertinentes à nossa realidade”. Sendo assim, Rose considera ser o Projeto ENEM 100% uma oportunidade de os estudantes se conectarem a este universo de aprendizagem.  “É um projeto magnífico, atento e sensível às necessidades dos estudantes da rede pública. É uma iniciativa engajada, principalmente neste momento de isolamento social, quando tivemos que nos reinventar no processo de ensino e aprendizagem”.

A professora também deu dicas de como os estudantes devem proceder para ter um resultado positivo no exame de Língua Portuguesa. “Digo sempre a eles: fiquem tranquilos, a prova não é um monstro de sete cabeças. Oriento os alunos a terem prazer ao fazer a prova, lembrando que toda prova é um momento de reflexão e a prova do ENEM tem justamente este perfil: de nos fazer refletir sobre questões muito atuais e pertinentes à nossa realidade. Por isso que os conteúdos de interpretação de texto e análise do discurso são tão importantes. Daí que abri a live dizendo que a melhor maneira de se fazer uma boa prova é prevê-la e isto significa treinar por meio de questões das provas anteriores do ENEM, principalmente as dos últimos três anos. Façam simulados, ensaiem, se preparem para ganhar ritmo e façam atividades físicas em casa porque se movimentar é importante para se manter saudável”.

A estudante Janete Rodrigues de Souza, 18, 3º ano do Colégio Estadual Reitor Edgard Santos, no município de Remanso, falou sobre a contribuição das lives do projeto ENEM 100%, neste momento em que as aulas presenciais ainda não são possíveis, por conta da pandemia do novo Coronavírus. “Tenho algumas dificuldades em Língua Portuguesa, mas venho me desenvolvendo bem por meio de leituras, já que gosto muito de ler. As dicas que a professora deu foram bem importantes, principalmente as relacionadas à interpretação de texto e à redação”.

Conteúdos preparatórios – Os aulões virtuais acontecem todas às terças e sextas-feiras, envolvendo diferentes componentes curriculares, e fazem parte de uma série de atividades lançada pela SEC para fortalecer a aprendizagem dos estudantes que irão prestar o ENEM. No Portal da Educação, há também uma apostila por aula e a programação das próximas aulas que serão realizadas. Ainda no portal, o estudante tem acesso a conteúdos preparatórios por meio do projeto Universidade para Todos – Estude em Casa, desenvolvido em parceria com as universidades estaduais (UNEB, UEFS, UESC e UESB).

Outra ferramenta é a Plataforma Anísio Teixeira, que contém mais de 10 mil conteúdos digitais educacionais e aulas do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITEC), tendo recebido o aporte de conteúdos construídos com as 12 Instituições de Ensino Superior (IES) públicas na Bahia. Os estudantes também podem complementar a preparação para o exame com o “Estude em casa”, programa exibido em parceria com o Canal Futura, da Fundação Roberto Marinho, através da TVE, sempre às 13h e às 15h. Além disso, a emissora leva ao ar o programa “Hora do ENEM”, exibido de segunda a sexta, às 18h.

Suspensão das aulas – As aulas na rede estadual de ensino estão suspensas por decreto governamental e devem ser repostas mediante elaboração de novo calendário escolar.


Foto: Divulgação
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

SEC realiza vacinação contra gripe e sarampo em drive-thru no CAB

A Secretaria da Educação do Estado (SEC), através do Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor, deu início, nesta terça-feira (15), à campanha de vacinação contra os vírus Influenza H1N1, da gripe, e Measles morbillivirus, do sarampo, para os profissionais da Educação. Até quinta-feira (17), no Posto de Atendimento ao Servidor (PAS), no subsolo do prédio-sede, poderão se vacinar servidores (adultos, gestantes e idosos) da própria SEC contra o Influenza H1N1 e adultos entre 20 e 40 anos contra o Sarampo. A aplicação também está aberta para professores e trabalhadores da Educação da rede estadual de ensino e outros servidores do Estado, pelo sistema drive-thru, no estacionamento do órgão, no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

O servidor Luciano Aquino, do setor de Segurança, fez questão de ir logo no primeiro dia da campanha. “Vim tomar a vacina contra sarampo, porque nunca tive a doença. Então, precisava ficar imunizado e aproveitei a oportunidade que a SEC está oferecendo para me prevenir. A da gripe já tomei este ano, portanto não precisei tomar de novo”, contou. Para se prevenir do sarampo, o servidor Lucas Guedes também chegou cedo ao PAS, local da vacinação. “Achei importante esta ação para que a gente não corra risco de pegar a doença. E como eu não tive quando era criança, estava sujeito a ser contaminado”.

Com o intuito de se proteger tanto contra o sarampo como da gripe, a técnica da Coordenação de Infraestrutura da SEC, Rebeca Dias Tavares, falou sobre a ação. “Achei bem oportuna, porque, com a pandemia, a gente acaba evitando a ida em postos de Saúde. E como eu nunca tive sarampo e ainda não tinha sido vacinada, a iniciativa veio em uma boa hora. Assim como a da gripe, que não tinha tomado, aproveitei e me imunizei”.

A superintendente de Recursos Humanos da SEC, Rosário Muricy, reforçou a importância da vacinação. “A SEC  vem desenvolvendo ações de promoção e prevenção à saúde para os educadores e servidores, via Posto de Atendimento ao Servidor e o Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor. Em  março foram imunizados 1.339 servidores da educação e neste período estamos disponibilizando duas mil doses, via distrito sanitário do cabula Beirú, com o objetivo de imunizar os nossos servidores que não foram vacinados e incluímos a vacina contra o  sarampo”, relatou.

Acesso à vacina – Para ter acesso à vacinação, o servidor deve apresentar um documento de identificação funcional, a exemplo do crachá ou do RG junto com o contracheque. A ação está sendo realizada entre 9h e 16h por equipes do Distrito do Cabula – Beiru da Secretaria Municipal de Saúde e também está aberta a outros servidores do Estado. Duas mil doses das vacinas serão aplicadas, com o objetivo de ampliar a imunidade dos servidores e trabalhadores da Educação, bem como de outros servidores do Estado que desejam atualizar o calendário vacinal, enquanto as doses estiverem disponíveis. Quem já tomou a vacina do H1M1, este ano, não precisa tomar novamente.

Na aplicação das vacinas, a Secretaria da Educação está seguindo todos os protocolos de segurança previstos para ações de Saúde neste período de pandemia, como a aferição da temperatura e observância do distanciamento social. São contraindicadas tomar estas vacinas pessoas que estejam apresentando febre nas últimas 24h e que tenham alergia a clara do ovo.


Foto: Divulgação
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

Rede estadual de ensino da Bahia alcança melhor desempenho no IDEB

A rede estadual de ensino da Bahia alcançou o melhor  Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) na série histórica para o Ensino Médio, ou seja, desde que este indicador foi lançado, no ano de 2005. A rede saltou de 2,7 (2017) para 3,2 (2019). O dado foi divulgado, nesta terça-feira (15), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP/MEC). O IDEB demonstrou ainda que a rede estadual teve um aumento de 0,5, ou seja, acima da média nacional, que foi de 0,4.

Em termos percentuais, a Bahia cresceu 18,5%, ficando abaixo apenas do Paraná, que foi de 18,9%. O IDEB também aponta crescimento nos ensinos Fundamental I e Fundamental II na rede estadual. A Bahia saiu de 4,9, em 2017, para 5,0 em 2019, no Fundamental I. Já no Fundamental II, a rede estadual da Bahia foi a que teve o maior crescimento (15,6%) entre todas as redes estaduais do país, passando de 3,2, em 2017, para 3,7, em 2019.

O secretário da Educação do Estado da Bahia, Jerônimo Rodrigues, falou sobre os resultados. “Este é o nosso maior IDEB da história e isto demonstra que estamos construindo, com solidez, um processo de aprendizado na Bahia, o que nos fortalece para continuarmos trabalhando, sob a liderança do nosso governador Rui Costa, para que possamos melhorar mais e mais. Aqui cabe reconhecer o esforço de toda a rede estadual de ensino, dos gestores, dos técnicos, dos professores, de todas as áreas que trabalham em conjunto e com zelo nesta engrenagem que se apoia mutuamente. O trabalho da gestão é importante, mas sem o envolvimento e o compromisso dos educadores e dos estudantes, o esforço não tem o mesmo impacto. É importante reconhecer, ainda, o trabalho dos municípios e reafirmar o nosso compromisso do diálogo e do regime de colaboração”, afirmou.

O secretário destacou, ainda, um conjunto de fatores que contribuíram para este resultado. Ele citou como exemplo, a formação inicial e continuada dos professores das redes estadual e municipal; o fortalecimento de projetos como o Mais Estudo, de monitoria em Língua Portuguesa e Matemática nas escolas estaduais; o protocolo de Gestão da Aprendizagem, que viabilizou estratégias de apoio pedagógico e parâmetros para análise do fluxo escolar; e a atuação dos Núcleos Territoriais de Educação junto às escolas.

Outro ponto destacado é o Sistema de Avaliação Baiano de Educação (SABE) que, desde 2019, vem realizando um conjunto de avaliações em Língua Portuguesa e Matemática, além de subsidiar a atuação da SEC e das escolas nos processos de aprendizagens dos estudantes, tendo como base a matriz do SAEB. Jerônimo citou, também, como fator importante, a presença de coordenadores pedagógicos nas escolas e os inúmeros projetos desenvolvidos nas escolas, com criatividade e inovação pelos educadores, para mobilizar e engajar os estudantes, a exemplo do Ciência na Escola, das feiras de Educação Profissional, dos Jogos Estudantis da Rede Pública e dos projetos de arte e cultura, além da própria requalificação estrutural da rede com reformas, ampliação e construção de novas escolas.Foto: Josenildo Almeida

Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

Secretário Jerônimo Rodrigues visita colégio em Ipecaetá e vistoria terrenos para construção de nova unidade escolar

O município de Ipecaetá é dos que deverão sediar uma nova escola estadual, conforme planejamento do Governo da Bahia. Neste sábado (12),  o secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, esteve no local, juntamente com a equipe técnica da Secretaria da Educação do Estado (SEC),  quando vistoriou terrenos que poderão servir para a construção da nova unidade escolar e visitou o Colégio Estadual Aureo Filho.

“Estamos fazendo este estudo das escolas para desenvolvermos o melhor planejamento no atendimento à comunidade escolar. Vistoriamos o colégio para termos a real situação da estrutura física e visitamos alguns terrenos que podem atender às nossas expectativas para a construção de uma unidade escolar com o padrão que o Governo do Estado está disponibilizando e que os cidadãos de Ipecaetá merecem”, destacou o secretário Jerônimo.

A diretora Simone Oliveira, do Colégio Estadual Aureo Filho, falou da alegria da comunidade escolar em receber a visita da equipe da SEC. “Somos a única escola pública de Ensino Médio com 535 estudantes, sendo a grande maioria da zona rural. Por isso, ficamos gratos pela visita, que mostra um planejamento para uma nova unidade que atenda a nossa comunidade escolar”.

As novas escolas que estão sendo entregues pelo Estado e as que serão construídas têm alto padrão de engenharia e são dotadas de ampla infraestrutura, o que envolve, por exemplo, bibliotecas, auditórios, laboratórios, quadra poliesportiva coberta, campo society, vestiários masculino e feminino.

Foto: Divulgação
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

Estudantes revisam produção textual no aulão ENEM 100% da Secretaria da Educação

Os estudantes que acompanharam o aulão virtual do projeto ENEM 100% desta sexta-feira (11) aprenderam um pouco mais sobre produção textual, com o professor Tárcio Carvalho. Transmitida ao vivo na página do Youtube Educação Bahia, a ação pedagógica promovida pela Secretaria da Educação do Estado (SEC) busca auxiliar os estudantes na preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2020, cujas provas, na versão impressa, serão aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 e, na versão digital, em 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

Jucicleide Jesus de Souza, 18, 3º ano do Colégio Estadual Professora Maria de Lourdes Parada Franch, em Salvador, foi uma das que saíram da live acreditando no seu potencial para fazer uma boa redação no ENEM. “Esta aula de produção textual me ajudou muito. Consegui tirar minhas dúvidas e gostei das orientações do professor para a produção de uma boa redação”, contou. A estudante disse, ainda, que as aulas virtuais do ENEM 100% estão sendo oportunas, especialmente neste momento de pandemia. “O projeto é muito bom. Os assuntos que estão sendo abordados são interessantes e o melhor é que as aulas ficam gravadas e a gente pode acessá-las para revisar. Espero que todos possam aproveitar cada minuto e absorver os assuntos, pois isso vai ajudar muito no desempenho na prova”.

O professor Tárcio Carvalho falou sobre a dissertação argumentativa, que é o estilo de redação exigido pelo ENEM, mostrando os principais problemas que os estudantes apontam na composição do texto. “Um dos maiores problemas dos redatores é como iniciar a redação, como destravar. Este primeiro passo é muito importante, inclusive para o fluxo de ideias e argumentos dos alunos em relação ao tema. Trabalho com a técnica do hipérbato com a sinonímia crítica, que aponta um modo de começar de forma muito prática, didática e objetiva, já que é uma técnica que abarca a fidelidade temática, um ponto primordial na verificação do texto do aluno”, pontuou, destacando que a prova de redação tem o peso máximo, que é 5, e nos processos seletivos a sua nota é critério de desempate.

Nas suas dicas para uma boa produção textual está o planejamento. “A palavra é planejar o texto do início ao fim, antes de escrevê-lo. Um dos grandes problemas identificados na correção das provas do ENEM é o tangenciamento temático, que é a debilidade redacional que faz com que o estudante escreva um bocado de coisa solta, fugindo do tema e da argumentação. O texto fica parecendo uma colcha de retalhos remendados de qualquer jeito e a redação perde em contextualidade. Consequentemente, a nota é comprometida em objetividade, clareza, persuasão e progressão argumentativa”, destaca. Tárcio Carvalho comentou, ainda, sobre o ENEM 100%: “é um projeto extraordinariamente democrático, porque diante da conjuntura educacional do nosso país, o projeto trata de diminuir essa disparidade em relação às oportunidades entre os estudantes do ensino privado e público”.

Programação dos aulões – Os aulões virtuais do projeto ENEM 100% acontecem todas às terças e sextas-feiras, sempre das 16h às 17h, envolvendo diferentes componentes curriculares, e fazem parte de uma série de atividades lançada pela SEC para fortalecer a aprendizagem dos estudantes que irão prestar o ENEM. No Portal da Educação, o estudante tem também à sua disposição uma apostila que pode ser baixada, por aula, e a programação das próximas aulas que serão realizadas.

Ainda no Portal da Educação, o estudante tem acesso a conteúdos preparatórios por meio do projeto Universidade para Todos – Estude em Casa, desenvolvido em parceria com as universidades estaduais (UNEB, UEFS, UESC e UESB). Outra ferramenta é a Plataforma Anísio Teixeira, que contém mais de 10 mil conteúdos digitais educacionais e aulas do Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (EMITEC), tendo recebido o aporte de conteúdos construídos com as 12 Instituições de Ensino Superior (IES) públicas na Bahia (UNEB, UEFS, UESB, UESC, UFBA, UFOB, UFRB, UNILAB, UFSB, UNIVASF, IFBAIANO E IFBA).

Os estudantes também podem complementar a preparação para o exame com o “Estude em casa”, programa exibido em parceria com o Canal Futura, da Fundação Roberto Marinho, através da TVE, sempre às 13h e às 15h. Além disso, a emissora leva ao ar o programa “Hora do ENEM”, exibido de segunda a sexta, às 18h.

Foto: Divulgação
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

Medalhista olímpica Ana Moser fala para educadores durante Seminário Formativo de Educação Física e Esporte Escolar

Com o tema “Esporte educacional e formação da juventude”, a programação dos Seminários Formativos para Professores de Educação Física e Esporte Escolar foi encerrada nesta sexta-feira (11). O momento contou com a presença da ex-atleta de volêi e medalhista olímpica, Ana Moser, que falou sobre o trabalho que desenvolve como presidente do Instituto Educação e Esporte.

O subsecretário da Educação do Estado, Danilo Souza, que estava representando o secretário Jerônimo Rodrigues, falou da importância do esporte como estratégia pedagógica na formação dos estudantes. “O governador Rui Costa e o secretário Jerônimo são entusiastas do esporte como instrumento de formação das crianças e dos jovens e de construção da cidadania nas diversas áreas da sociedade. E contar com Ana Moser, mostrando a sua visão e militância na luta, é um grande aprendizado para os educadores”.

Segundo Ana Moser, o objetivo do Instituto Educação e Esporte, criado em 2001, é o fortalecimento de ações que formem valores e condutas de um povo. “Este foi o nosso primeiro passo, o foco no desenvolvimento de habilidades e valores, e, em um segundo momento, a preocupação com a inatividade física, que impacta na saúde, no desenvolvimento individual, na economia e na ocupação de espaços públicos. Para isso, a formação dos educadores é importante, porque cria uma rede por meio das atualizações e intercâmbios”, contou.

Para o coordenador executivo de Projetos Estratégicos da SEC, Marcius Gomes, a ampla participação dos educadores mostrou a importância dos seminários. “A participação dos professores durante os seis encontros mostra o forte papel deste tema na discussão pela melhoria da educação. E a formação continuada será uma ferramenta constante no aperfeiçoamento dos professores de Educação Física e Esporte Escolar na rede baiana, pois acreditamos nela como parte de uma educação integral dos estudantes ”, disse.

A diretora-geral do Instituto Anísio Teixeira (IAT), Cybele Amado, ressaltou a política de formações que a SEC vem desenvolvendo com os educadores baianos. “Entre as ações que estão sendo desenvolvidas, a formação continuada é uma ferramenta estratégica para a qualificação da educação. E a Educação Física e o Esporte Escolar integram os temas que fazem parte desta área que é tão importante para os estudantes e professores”, afirmou.

Seminários formativos
Os seminários, que foram iniciados no dia 25 de agosto, têm como objetivo atualizar os educadores sobre as novas possibilidades de intervenção pedagógica, a partir da nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC), evidenciando as unidades temáticas apresentadas no documento, além de discutir sobre a sistematização dos conteúdos no retorno às aulas, quando for possível, diante da pandemia do novo Coronavírus, e estimular o pensamento interdisciplinar. O evento virtual envolveu a realização de cursos e seminários temáticos com especialistas voltados para educadores das redes estadual e municipais.

A programação, que está disponível no Canal do YouTube do IAT, contou também com os temas: “Educação Física na Bahia: apontamentos históricos e intervenção no âmbito escolar”; “Educação Física e novas perspectivas pós-pandemia: possibilidade pedagógicas e BNCC”; “Educação Física e a promoção da saúde: como abordar a temática na escola”; “Educação Física Escolar e Saúde: uma abordagem interdisciplinar”; e “Jogo e lazer na escola: metodologias ativas e outras possibilidades”.

Foto: Divulgação
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

Secretaria da Educação do Estado lança cartilha e gibi para orientar comunidade escolar sobre prevenção ao suicídio

Dentro da programação da campanha Setembro Amarelo, desenvolvida em parceria entre as secretarias estaduais da Educação (SEC) e da Saúde (SESAB), foi lançada, nesta quinta-feira (10), no Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, uma cartilha sobre o tema e o gibi “Azidea! Conversando sobre a vida”, direcionados a professores e estudantes da rede estadual. Produzido pelo Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor,  desenvolvido pela SEC, o material tem o objetivo de orientar e estimular a reflexão sobre o tema na comunidade escolar.

>> Baixe a cartilha e o gibi (https://bit.ly/3k6jIYe)

>> Acesse a programação da Campanha do Setembro Amarelo https://bit.ly/31U3JX2 

A superintendente de Recursos Humanos da SEC, Rosário Muricy, falou sobre a importância desta discussão no âmbito escolar e como os conteúdos lançados podem ajudar. “O material busca promover uma reflexão sobre o suicídio, tema tão sensível que atinge o Brasil e o mundo, e que, por isso, pode possibilitar que os jovens, professores e servidores na escola saibam identificar situações de risco, bem como, apresentar alternativas para essa problemática”.

Para a diretora de Gestão do Cuidado da SESAB, Liliane Mascarenhas, as publicações podem ser uma ferramenta importante de informação para a comunidade escolar. “É fundamental realizar esse enfrentamento ao suicídio, de forma a orientar os estudantes, professores e familiares. Muitos não conseguem compartilhar suas angústias e difundir o conhecimento nas escolas pode ajudar a identificar os comportamentos. É um desafio que queremos levar para os municípios e todas as redes baianas de ensino”, disse.

Segundo a coordenadora do Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor, Elisabete Dias, no mês de setembro as ações de cuidado e prevenção ao suicídio são potencializadas, “mas as desenvolvemos durante todo ano por meio de parcerias  e atividades que ampliam o cuidado da SEC com estudantes, educadores e servidores da rede estadual”.


Foto: Divulgação
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br

Ana Moser participa de live com professores de Educação Física da rede estadual nesta sexta-feira

A ex-jogadora de voleibol, Ana Moser, participa da live que a Secretaria da Educação do Estado (SEC) realiza, nesta sexta-feira (11), às 15h, junto a educadores da rede estadual. A atividade on-line, que encerra os “Seminários formativos para professores de Educação Física e Esporte Escolar”, terá transmissão ao vivo pelo canal do Youtube do Instituto Anísio Teixeira (www.youtube.com/institutoanisioteixeiraiat).

Com o tema “Esporte educacional e a formação da juventude”, a atividade contará com a participação de professores com graduação em licenciatura em Educação Física, com experiência na Educação Básica e/ou no Ensino Superior.

Iniciados no dia 25 de agosto, os seminários foram criados com o objetivo de atualizar os educadores sobre as novas possibilidades de intervenção pedagógica, a partir da nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC), evidenciando as unidades temáticas apresentadas no documento. O evento, que envolve cursos temáticos com especialistas voltados para educadores das redes estadual e municipais, visa, também, discutir a sistematização dos conteúdos no retorno às aulas, quando for possível, e estimular o pensamento interdisciplinar.

Os seminários formativos para professores de Educação Física e Esporte Escolar foram divididos em dois encontros semanais, com carga horária de 3h no total. Temas como promoção da saúde, jogos e brincadeiras, formação da juventude e educação física no contexto da pandemia do Coronavírus estiveram entre as abordagens da formação e foram sinalizados a partir de um levantamento de mais de 1.200 formulários preenchidos pelas redes estadual e municipais.

Sobre a convidada – Uma das melhores jogadoras de voleibol que o Brasil já produziu, com vários títulos e medalhas na carreira, a catarinense Ana Beatriz Moser, 52 anos, começou no esporte aos sete anos de idade, Em 1984, foi convocada pela primeira vez para a Seleção Brasileira Infanto-Juvenil e logo se mudou para São Paulo. No ano seguinte, já integrava a equipe adulta e foi escalada como titular nos Jogos Olímpicos de Seul, em 1988. Em 1992, já estava participando de sua segunda olimpíada, desta vez em Barcelona.  Atleta olímpica e uma das maiores atacantes do voleibol mundial, Ana Moser se despediu das quadras no dia 19 de março de 2000, em partida que reuniu as melhores jogadoras daquela geração. Um ano depois, fundou o Instituto Esporte e Educação (IEE), que desenvolve e dissemina a cultura da prática esportiva em comunidades de baixa renda pelo Brasil e escreveu um livro sobre a carreira, bem como participou como comentarista esportiva nos canais ESPN Brasil e na Rede Bandeirantes e, em 2009, foi eternizada no Hall da Fama do vôlei internacional.


Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia
Contato: (71) 3115 9026
E-mail: ascom@enova.educacao.ba.gov.br
www.educacao.ba.gov.br